Almoço no Celeiro da Fazenda e o vinho Philosophia em degustação inédita de suas duas safras

20171101_130018

Não é sempre que temos a oportunidade de reunir um Chef e seus pratos especialíssimos com a inédita degustação de 2 safras do vinho Philosophia da Vinícola Góes.

No caso o Chef é o Arturo Salano, experiente na elaboração de seus pratos e apresentando um conceito de comida do interior no Restaurante Celeiro da Fazenda, localizado na zona norte de São Paulo, onde estive.

20171101_121520

O restaurante e os pratos elaborados, era tudo o que precisávamos para que a experiência de provar o vinho Philosophia em suas duas únicas safras fosse completa.

Já havia provado a primeira safra do vinho (2014), elaborado com 100% da uva Cabernet Franc. A ideia era provar as duas safras (2014 e 2016) harmonizando com comida variada.

Philosophia safra a ser lançada em 2018

Philosophia safra a ser lançada em 2018

Em visita a Vinícola Góes, eu e meu amigo jornalista Álvaro Cézar Galvão, fomos os únicos a provar a safra 2017 ainda em tanques de inox, safra a ser lançada no decorrer do ano de 2018. Um vinho que promete no nosso entendimento, ser o melhor de todas as safras anteriores, pelo potencial tânico e características apresentadas na prova pré evolução em barricas de carvalho. Ao menos este foi o nosso consenso de momento.

O que podemos dizer de toda esta experiência, é que o conceito de harmonizar vinho e comida, experimentar diversos pratos e opções, se torna completo justamente pela tentativa e erro.

No caso esta prova de safras do Philosophia envolveu pratos com carne vermelha, aves, suínos e entre saladas, risotos e linguiças, a cada gole, evidenciamos os sabores e aromas.

Antes porém a prova foi ás cegas e sem alimento, sem sabermos que safra era. Verificamos que a safra mais atrativa, em evolução e características de complexidade, ainda era a safra 2014. Claro, a safra 2016 tem potencial de evolução ainda não ocorrido, mas julgamos que a safra do 2014 revela nuances únicos e exclusivos.

No final o consenso de harmonização perfeita, se deu no vinho da safra 2014 com carne e do vinho 2016 gostei bastante com o frango assado.

20171101_130609

 

20171101_132554

Mas voltando ao Chef Arturo, fomos recebidos com simpatia em sua casa, e pudemos provar todo o seu buffet e ainda alguns pratos feitos exclusivos para a ocasião, como o risoto de funghi com cebola roxa e o pernil de cordeiro assado no vinho tinto, regado ao molho de jabuticaba e acompanhado de mini legumes assados na manteiga de ervas. Um show!

Restaurante Celeiro da Fazenda

Unidade Santana: Rua Luiz Dumont Villares, 651

Fone: (11) 2950-6090

Funcionamento:

Seg à Sexta – 12h às 15h30 e das 18h às 23h

Sáb e Dom – 12h às 23h

 

Unidade Perdizes: Rua João Ramalho, 647

 

Fone: (11) 3862-0578

Fone 2: (11) 3675-2696

Funcionamento:

Seg à Sexta – 11h30 às 15h30

Sáb, Dom – 12h às 16h30

 

 

 

 

Philosophia Reserva Cabernet Franc 2016 surpreende ainda mais em sua nova safra

“Antes do nascimento do céu, não haviam dias e noites, nem meses e nem anos. Tudo faz parte do tempo, da terra, como numa folha de papel em branco. Dedicamos idéias, sensações, experiências, Philosophia que persiste por bons momentos”.

20170531_123455

20170531_135710

Estamos falando do Philosophia Reserva Cabernet Franc 2016, um vinho de uvas viníferas que eu já havia provado no ano passado, mas da safra 2014.

Nesta visita a Vinícola Góes, pude mais uma vez percorrer os vinhedos da propriedade e “in loco” provar a uva Cabernet Franc no próprio vinhedo, no parreiral.

Surpreendendo no plantio com a adoção para esta safra da poda dupla (ou ciclo inverso), a Góes mais uma vez demonstra o seu intenso trabalho na busca pela qualidade de seus produtos e em investimentos no desenvolvimento tanto tecnológico como nos processos. Prova disso a adoção da poda, um “desvio” estudado em que se adia o momento da colheita, podando os cachos em dezembro e evitando-se assim as chuvas e precipitações que costumam corriqueiramente ocorrer nos meses de janeiro e fevereiro.

20170531_125433

O vinho tem sua colheita adiada, pois o fruto (uva) retarda seu surgimento e amadurecimento, ocorrendo assim a colheita em um momento mais propício (e sem período de chuvas), nos meses do outono.

Esta visão acertada de adiamento da colheita, de maturação sem precipitações, e mais uma maior passagem em barricas de carvalho (Que havíamos recomendado em safra anterior), conferiram elegância, finesse e um conjunto no corpo e estrutura do vinho que eu jamais havia encontrado nos vinhos da Góes até o presente momento.

20170531_130027

Vinho “gostoso”, saboroso, de estrutura média em seus taninos elegantes e integrados, com aromas da fruta evidenciados em cada taça, com grande presença de boca, macio e um final marcante e encantador. É assim que eu descrevo o que o vinho naquele instante me proporcionou.

Agregar esta passagem especial de um produto único tem sido reconhecidamente um dos grandes passos da Góes. Hoje, uma gigante no enoturismo crescente da região, com visitação e provas de seus vinhos e vinhedos, aberta para o público em geral e para quem anseia por conhecimento e experiências.

Eu poderia ficar aqui falando e falando dos outros vinhos mas prefiro realçar este vinho e fazer com que cada um possa ter a sua experiência particular na visitação super recomendada em lugar tão  perto de São Paulo.

20170531_132545

Preço do vinho na safra 2014: R$ 68,00. O preço da safra de 2016 ainda não está totalmente definido, acredito que ficará um pouco acima do 2014, tanto pelos custos envolvidos como pela produção limitada.

Vale cada centavo! Saúde!