Vinedos de Alcohuaz do Chile: Vinhos com visão de futuro que unem o material e o espiritual

20161122_160336

Estive em degustação promovida pela Decanter dos vinhos da empresa Vinedos de Alcohuaz do Chile.

Os vinhos degustados foram do projeto pessoal de Marcelo Retamal, um dos mais revolucionários enólogos do Chile e um dos 30 enólogos mais influentes do mundo, pela  revista Decanter.

20161122_181541

Nos vinhos de VINEDOS DE ALCOHUAZ encontramos vinhos elaborados com as uvas Syrah, Grenache, Carignan, Petite Sirah entre outras.

São 100% naturais, com mínima intervenção humana nos vinhedos e na adega, onde as uvas são pisadas em lagares de pedra como no passado.

O amadurecimento é em ovos de concreto Namblot ou  foudres de 2.500 litros de carvalho austríaco.

São 18 hectares de vinhas, plantadas em 2005 e que agora, de um ano para cá tem mostrado seus resultados, fruto da inovação e visão de futuro do enólogo e de toda a equipe.

Vinhedos localizados a uma altitude que varia entre 2680 metros e 2200 metros e tem como particularidade ser um projeto de altitude, próximo a Cordilheira dos Andes e sujeito a todas estas interferências de clima e variações de solo.

O projeto orgânico não possui uso de herbicidas, obviamente, buscando a fineza proporcionada pela suavidade do “pisa pé” e não se utilizando de leveduras e nem ácido tartárico. Seria uma vinificação “minimalista”.

20161122_144909

Além disso, parte do projeto considera o uso de recipientes de argila, colocados abaixo da terra, da mesma forma que a bodega está abaixo da montanha.

20161122_145029

A irrigação se da pelo derretimento da neve, sem a utilização de bombas.

Na proposta que mantém a visão de futuro, de cada produto produzido são reservadas exatas 465 garrafas que ficam reservadas em estoque, para futuras degustações no tempo.

RHU que é um dos nomes presentes no rótulo significa portal. E no caso este portal seria a ligação entre o mundo material e o espiritual.

Alcohuaz é o nome do povo residente na região e esta composição de fatores, estudo e determinação de objetivos muito claros, de ser uma bodega referência em vinhos e de visão de futuro, fazem desta vinícola uma grande surpresa tanto pelo resultado nos vinhos, como pela proposta de longevidade esperada para as próximas gerações. Um grande diferencial!

Outro nome presente no rótulo, é o GRUS, representa a garça que proporciona a ligação entre este mundo espiritual e terreno.

Até mesmo a cor azul da cápsula adotada foi pensada nestes termos, incluindo no rótulo a Costelação visualizada do Valle de Elqui.

Chama a atenção a proposta, não só pelo que foi apresentado em termos de diferenciais, mas pela energia envolvida e o resultado na grande qualidade dos vinhos apresentados.

Mas vamos aos vinhos:

20161122_151442

– GRUS 2014:

Das uvas Syrah (50%), Garnacha (36%), Malbec (13%) e Petite Syrah (1%).

O solo é formado por granito e os vinhedos estão localizados no Valle de Elqui a uma altitude entre 1720 e 2206 metros.

Foram produzidas 9733 garrafas sem passagem em madeira.

Cor rubi. Notas de amora, chocolate, tabaco, toques de herbáceo, tais como folhas de louro e pimenta fresca. Na boca é apresenta frescor, é suculento, com taninos vibrantes e refinados. Final longo e intenso. Teor alcoólico de 13% e preço referência R$ 232,00.

20161122_152037

– CUESTA CHICA 2015:

Vinho 100% da uva Garnacha. Proveniente do Valle de Elqui, também de solo granítico. O vinhedo está localizado a 2179 metros de altitude. Foram produzidas 2436 garrafas apenas. O vinho permanece 23 meses em ovos de concreto. É extremamente elegante e macio. Teor 13% e sem referência de preço ainda.

20161122_152500

– LA ERA 2015:

Vinho 100% Malbec. Proveniente do Valle de Elqui, também de solo granítico. Vinhedo localizado a 1796 metros de altitude. Foram produzidas apenas 1267 garrafas. Permanece 23 meses em madeira de 2500 litros. É fresco e de uma pureza e elegância sem igual. Teor alcoólico de 12,8%. Um malbec de colheita precoce.

20161122_153921

– TOCOCO 2015:

Vinho 100% Syrah do Valle de Elqui. Solo em granito. Vinhedo localizado a 1788 metros de altitude. Foram produzidas apenas 1245 garrafas. É um Syrah diferenciado, elegante e de grande complexidade aromática e em boca. Permaneceu 23 meses em madeira de 2500 litros.

20161122_155209

– RHU 2011:

Este vinho merece destaque. Um vinho que eu diria “sensacional”. Tanto pela composição no conjunto, como pela complexidade do início ao fim. A medida que degustamos vamos descobrindo novos nuances, aromas e somos tocados em boca pela persistência e elegância nos taninos.

Corte das uvas Syrah (73%), Garnacha (18%) e Petite Syrah (9%). Proveniente do Valle de Elqui a uma altitude que vai entre 1720 e 2206 metros. Permanece 30 meses em ovos de concreto. Foram produzidas 2785 garrafas. Seu preço referência é de R$ 414,00.

20161122_144336

Finalizando o que mais chama a atenção no projeto é que ele justamente nos transporta a um mundo de aromas e sabores novos e desconhecidos. Uma viagem nos sentidos e no paladar. Uma confluência de energias da produção, na garrafa e na taça. Um portal realmente do mundo físico ao espiritual. Uma longevidade imensurável no tempo que vai do período jurássico ao futuro.

Saúde!

 

 

 

 

Miolo lança espaço exclusivo para amantes de espumantes: Champanharia Natalício

miolo

20161116_193402

É uma realidade, agora é possível degustar um bom espumante (E outros vinhos brasileiros) na Champanharia Natalício, em São Paulo.

Localizada no coração da efervescência dos Jardins, a casa reúne o que há de melhor da Vinícola Miolo.

O espaço além de gostoso apresenta um menu bem diversificado para harmonizações. Além de muito bem feitos os pratos são deliciosos.

20161116_193420

No estilo de cada apreciador a marca se apresenta com espumantes como o Terranova (R$ 79,00 a garrafa) os tradicionais e adoráveis espumantes Miolo Brut, Rosé e Demi  Séc, e muitos dos seus ícones como o Miolo Millésime Brut (R$ 159,00 a garrafa).

É possível apreciar os espumantes em taças com preços bem acessíveis a qualquer bolso (Á partir de R$ 20,00 a taça).

20161116_201924

Nas harmonizações, trouxinha de presunto Parma (R$ 19,90 o prato), entre outras iguarias e também a tábua de queijos e salames especiais (Na faixa de R$ 149,90). Tudo muito caprichado e diferenciado. Impecável!

20161116_193841

20161116_202256

20161116_193851

A casa é bem montada ocupando um espaço agradável e bem equilibrado na decoração.

Excelente opção na região e em São Paulo aos apreciadores de espumantes. Vale muito a pena!

A casa é considerada a primeira Champanharia do Brasil e vem em um conceito único e inovador que alia bons produtos, marca conceituada e competência.

20161116_193913

São previstas outras unidades no Shopping Iguatemi e Barra Shopping (Dezembro/16), em Porto Alegre (RS) e unidades em Canoas (RS), Gramado (RS) e Recife (PE).

Serviço:

Champanharia Natalício by Miolo

Rua Haddock Lobo, 1327 – Jardim Paulista

Estacionamento no local

Nos vemos por lá. Afinal, adorei o espaço!

Saúde!

 

Proseccos Maschio dei Cavalieri ideais para brindar o Natal o Ano Novo e o verão

A importadora La Pastina apresenta a linha de Proseccos da tradicional família Maschio dei Cavalieri.

São produtos da Itália, de grande sucesso nas festas de fim de ano e ideias para o verão brasileiro.

Amo Proseccos, são ideais para o nosso clima e nosso país.

Certeza que este ano brindarei o verão e festas com um destes, ou com todos!

São apresentados em 3 versões:

Maschio dei Cavalieri Prosecco Extra Dry DOC

Maschio dei Cavalieri Prosecco Conegliano Valdobbiadene DOCG

Maschio dei Cavalieri Extra Dry Rosé.

Os rótulos da família Maschio dei Cavalieri são produzidos na região de Vêneto (Itália) com a casta glera, mais conhecida pelo nome de prosecco. As uvas são colhidas de forma natural e prensadas no tempo mais breve possível, garantindo uma extração suave do primeiro mosto. Em seguida, o suco é imediatamente refrigerado para evitar a fermentação espontânea e vinificado pelo método charmat, preservando os aromas da juventude. Os proseccos Maschio dei Cavalieri são conhecidos mundialmente por sua delicadeza, frescor e elegância.

O mercado está cheio de Proseccos, porém a qualidade deve ser analisada por uma série de fatores que inclui o produtor e seu histórico de vida neste tipo de produto.

A La Pastina também que é a importadora dos espumantes, é sem dúvida uma empresa idônea e muito competente na distribuição.

La Pastina e World Wine

La Pastina e World Wine

Maschio dei Cavalieri Prosecco Extra Dry DOC

Produzido na comuna italiana de Treviso, o Maschio dei Cavalieri Prosecco Extra Dry DOC é elaborado com uma seleção fantástica da uva glera e vinificado cuidadosamente pelo método charmat, no qual a segunda fermentação ocorre durante um mês, com temperatura controlada dentro de autoclaves.

Notas de degustação: De coloração amarelo com reflexos palha, possui borbulhas finas e persistentes. Seus aromas remetem notas de frutos e flores brancas. Ao paladar é fresco e seu retrogosto confirma os aromas.

Harmonização: Ideal para canapés, saladas com molhos leves e como aperitivo. Preço: R$ 68,00

 maschio-cavalieri-extra-dry-rose-media

Maschio dei Cavalieri Extra Dry Rosé

O Maschio dei Cavalieri Extra Dry Rosé é elaborado com uma seleção cuidadosa de castas tintas cultivadas na comuna italiana de Treviso. A vinificação é feita pelo método charmat, sem o contato com as cascas das uvas para uma ligeira remoção da cor clara, o que o torna único. Notas de degustação: De coloração rosé, possui borbulhas finas e persistentes. Seus aromas remetem notas de frutos e flores vermelhas, tais como morangos, framboesas e rosas. Ao paladar é fresco e seu retrogosto confirma os aromas.

Harmonização: Ideal para canapés, saladas com molhos rosés e como aperitivo. Preço: R$ 65,00

La Pastina e World Wine

La Pastina e World Wine

Maschio dei Cavalieri Prosecco Conegliano Valdobbiadene DOCG

O Maschio dei Cavalieri Prosecco Conegliano Valdobbiadene DOCG é produzido na área de Conegliano Valdobbiadene, uma região demarcada de colinas, entre 50m a 500m de altura, onde a uva glera encontra as condições ideais para se desenvolver e apresentar um espumante rico em aromas. Como o rótulo é feito 100% com a uva glera, recebe o título de Superiore. Sua vinificação é feitacuidadosamente em temperatura controlada e sua segunda fermentação é feita pelo método charmat.

Notas de degustação: De coloração amarelo com reflexos palha, possui borbulhas finas e persistentes. Seus aromas lembram notas delicadas de flores brancas, como a Acácia e frutas delicadas, como peras e cereja branca.

Harmonização: Ideal para acompanhar pratos de mariscos e pescados, saladas e frutas frescas. Preço: R$ 89,00

 

Sobre a Maschio dei Cavalieri:

A tradição da família Maschio é tão antiga como as vinhas das colinas do Vêneto. Com um projeto inovador sem deixar de lado a tradição da família Maschio, elabora vinhos espumantes e frisantes que agradam os mais detalhistas e exigentes paladares. Seus vinhos sempre foram sinônimo de qualidade e garantia de sucesso.

Site: www.lapastina.com / SAC: 0800-7218881

 

 

Sherry Wine Week entra no calendário permanente de eventos e encanta com drinks e Jerez

 

tio-pepe-2

A Sherry Wine Week  é a festa internacional de celebração em torno dos famosos vinhos espanhóis Jerez.

Os eventos simultâneos acontecem no mundo todo e esta semana estamos exatamente no meio do período da festa que se iniciou dia 07/11 e vai até o dia 11/11.

A González Byass, representada no país pela importadora Inovini apresenta em sua terceira edição brasileira, eventos especiais com menus de harmonização, degustações e ações temáticas em restaurantes, wine bars, hotéis e empórios, tanto Brasil, como em outros países.

Foi eleita uma das melhores bodegas do mundo pela Wine & Spirits Magazine Top 100 e que esse ano lançou boas novidades, como o novo rótulo e embalagem do Solera 1847 e a premiação do Beronia Reserva 2011, eleito como o melhor vinho tinto do mundo na competição da International Wine Challenge.

Mas voltando ao Jerez, tive a oportunidade de provar vários drinks e me encantei com a leveza e suavidade do Jerez Fino Tio Pepe (Espanha).

Bartender Laércio-Zulu e António Palácios da González Byass

Bartender Laércio-Zulu e António Palácios da González Byass

Apresenta grande versatilidade na concepção e elaboração dos drinks, prova disso foi que além de quatro drinks já programados e degustados esta semana, o ilustre e super competente Laércio Zulu, se superou na elaboração de outras versões como o Dry Martini com Jerez, o Negroni em mais duas versões, entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este encontro com a imprensa e o mestre Zulu, aconteceu no primeiro dia do evento, segunda feira no Bar São Conrado na Vila Madalena. Aliás uma excelente opção de casa noturna para apreciadores de bebidas e pratos muito bem elaborados.

Provamos estes quatro drinks, um bem diferente do outro e tivemos explicações sobre o processo, os produtos e a história do Jerez por parte de António Palácios, diretor de área da González Byass.

Abaixo os quatro drinks degustados:

Drink Penélope

Drink Penélope

– Penélope: 40ml de Tio Pepe, 40ml de vodka, 20ml de licor de pitanga, 10 ml de mel e 15ml de suco de limão.

Drink Frontera

Drink Frontera

– Frontera: 40ml de Bourbon, 30ml de Tio Pepe, 3 cubos de abacaxi, 15ml de suco de limão e 3 a 5 gotas de Angostura

Drink God Save The Sherry

Drink God Save The Sherry

– God Save The Sherry: 50ml de gin The London nº 1, 30ml de Tio Pepe, 15ml de xarope de açucar, 60ml de cerveja Sofie, 15ml de suco de limão

Drink Daiquipepe

Drink Daiquipepe

– Daiquipepe: 40ml de rum Kraken, 30ml de Tio Pepe, 30ml de grapefruit, 15ml de xarope de açucar

img_20161107_233817

Para acompanhar tivemos tapas, Steak Tartar, bolinho de feijoada entre outros petiscos maravilhosos do São Conrado.

Mas o encontro não se resume a isso, haverá uma série de eventos programados como no restaurante Torero Valese (Av. Horácio Lafer, 638 – Itaim Bibi) que promove durante a semana do evento, a seguinte ação: Comprando uma taça de Tio Pepe (R$ 20), o cliente ganha uma tradicional tapa espanhola que pode ser: Croqueta de jamón com emmental; Tapa de rosbife e caviar; Tapa de sobrasada; Tapa de pulpo com crisp de alho-poró ou Tapa de chèvre e aspargo com redução de Jerez.

Anote na agenda:  Sherry Wine Week até dia 11/11

História do Vinho Tio Pepe

Criado em 1840 para homenagear o tio fundador da bodega, o vinho Tio Pepe foi a primeira marca registrada da Espanha. Versátil, é o vinho perfeito para acompanhar os mais diversos pratos da cozinha ibérica e asiática.

História da Vinícola González Byass

Em 1835, o jovem Manuel Maria González Angél, incentivado por seu tio José Angél de La Peña (o Tio Pepe) chegou à cidade de Jerez disposto a conquistar seu espaço no negócio de vinhos. Adquiriu uma pequena bodega e começou a elaborar e exportar seus próprios vinhos. Atualmente, além de Jerez, também possui vinícolas em diversas regiões espanholas, como Rioja (Beronia), Catalunha (Cavas Vilarnau), Castilla la Mancha (Finca Constancia), Somontano (Viñas del Vero), entre outras. www.gonzalezbyass.com

O Jerez Fino Tio Pepe e outros vinhos você encontra na Inovini.

Tel.: (11) 3623-2280 Site: www.inovini.com.br