Viña Ventisquero lança “Kalfu Sumpai” Pinot Noir no Wines of Chile em SP

Logo Cantu

“Foi assim… como ver o mar…”

Antes de sair de casa para o Masterclass do Chile, recebi as informações sobre o vinho Kalfu Sumpai Pinot Noir.

Confesso que como o tempo era curto, nem me atentei ao nome ou as informações recebidas. Segui para a prova de vinhos sem ao menos ler nada a respeito, nem mesmo sobre o nome do vinho.

Estou eu calmamente degustando os vinhos na mesa da Viña Ventisquero (Importações da Cantu), após participar da prova exclusiva destinada aos jornalistas, e me vejo diante de um novo Pinot Noir, intrigante, desafiador, produto novo e que percebi logo pelo rótulo que não me era familiar. Eu nunca havia provado.

Provei o vinho após provar o Chardonnay Tara do Atacama, vinho que também sempre me causa grandes inspirações pela qualidade.

Qual não foi a minha surpresa, ao perceber que eu estava diante de um grande vinho. Começando pelos aromas e complementando em boca, o vinho se apresentou exuberante, completo mesmo, em todos os aspectos que se deve analisar.

Eu estava diante de alguns ícones já provados da linha que compõe o portfólio da Viña Ventisquero e sempre me ative a melhoria nos vinhos elaborados pela uva Pinot Noir no Chile. Até então poucos me agradavam, muito poucos.

Mas este vinho é outro conceito…

Kalfu

Kalfu significa “Azul” em Mapudungún, língua dos indígenas originários do Chile. É a cor mais importante da cultura Mapuche, porque está associada à origem da vida.

A linha Kalfu é resultado do que há de melhor nos vales costeiros mais extremos do Chile, como os mais desérticos ao norte.

É um convite para percorrer 600 km da costa chilena através de diferentes terroirs. Uma diversidade que permite criar vinhos distintos, frescos, elegantes e com acidez pronunciada, representando fielmente a sua origem.

Kalfu é como o azul do Pacífico, é o “descobrir a misteriosa origem da vida”.

Vinho elaborado 100% com a uva Pinot Noir, do Vale de Leyda, que integra a nova linha da Vinã Ventisquero, e também chega ao Brasil através da Cantu Importadora. Os vinhos Kalfu são elaborados pelo talentoso enólogo Alejandro Galaz, conhecido pela elegância de seus vinhos e experiência em vinhos costeiros.

Claro,  estas informações eu só fui checar depois. Mas tive a surpresa de ser “encantado” na boca e no nariz de forma não planejada, o que é sempre muito melhor. Ter a surpresa!

Hoje estou aqui escrevendo e ainda consigo sentir o vinho em minha memória olfativa e gustativa. Minha cabeça e meu corpo pedem mais…

Se há alguma recomendação que posso fazer é a de que quem tiver a oportunidade de provar, prove! E se delicie nos nuances delicados que este vinho pode proporcionar.

Sobre o produtor há muito o que falar. Tive o prazer de visitar no Chile e aprecio imensamente a busca constante na melhoria e nas descobertas de novas parcelas de uvas, novos blends e experiências na vinificação, no aprimoramento e na busca pela excelência na apresentação em cada vinho, de norte a sul do país.

Outros projetos como o vinho Enclave 2011, parceria entre Felipe Tosso, enólogo-chefe da Ventisquero, e o enólogo australiano John Duval, também devem ser apreciados.

Chegará à sua taça um Cabernet Sauvignon clássico reinterpretado ao estilo Ventisquero, elaborado em Pirque, Alto Maipo, região dos mais prestigiados Cabernets do Chile.

E precisa falar mais? Agora é só conferir em cada prova e oportunidade!

Saúde!

 

 

Wines of Chile: Uvas, blends, vales, terroirs e extremos

Wines of Chile 2018

Líder na importação de vinhos no Brasil, Chile reforça sua presença no mercado e apresenta destaques sempre com inovação

Com presença maciça nas prateleiras de lojas e supermercados, em restaurantes, na mente e no paladar dos consumidores brasileiros, o Chile se destaca por sua produção variada de vinhos: são vales, uvas, terroirs e tecnologias que, combinados, resultam em infinitas possibilidades. E é esse o tema do grande evento anual promovido pela Wines of Chile no Brasil, que acontece em São Paulo no dia 08/08/2018.

No Brasil o êxito dos vinhos do Chile está impresso nos números. O país lidera o ranking de vinhos importados há 16 anos e fechou 2017 detendo, em volume, mais de 45% do nosso mercado – mais do que o dobro do segundo colocado, com aumento de 18,2%. Em valor, o crescimento foi de 17,4% no ano passado, que representa uma fatia de mercado de 43,7%.

Vinhos desafiadores, diferenciados e de altíssima qualidade desembarcam por aqui e conquistam cada vez mais os consumidores. O desenvolvimento de tecnologias, de novos métodos e a geografia privilegiada permitiram a expansão do mapa do vinho no Chile, onde viticultores vanguardistas e visionários estão elaborando rótulos em terroirs adversos, extremos e condições insólitas, como o Deserto do Atacama, além de empregarem técnicas modernas em vales tradicionais e promoverem o resgate de uvas antigas. Um privilégio para todos nós, apreciadores dos vinhos chilenos.

O Brasil é um dos três mercados prioritários para a exportação de vinhos do Chile. Em 2019 pretendem ampliar a promoção dos vinhos chilenos para outras regiões do país.

As 37 vinícolas que participam do 8º Tasting Wines of Chile em São Paulo e que apresentam ao mercado as novas safras, rótulos e destaques do último ano são:

Alto Quilipin, Apaltagua, Casas del Toqui, Chilean Wines Company, Cousiño Macul, Dos Almas, Encierra, J. A. Jofré Wines, Odfjell, Viña Bisquertt, Viña Carmen, Viña Casa Silva, Viña Casablanca, Viña Concha y Toro, Viña Cono Sur, Viña Echeverria, Viña El Principal, Viña Emiliana, Viña Gandolini, Viña Indómita, Viña La Rosa, Viña Las Niñas, Viña Leyda, Viña Montes, Viña Pérez Cruz, Viña Requingua, Viña San Esteban, Viña San José de Apalta, Viña San Pedro, Viña San Pedro Tarapacá, Viña Santa Rita, Viña Siegel, Viña Tres Palacios, Viña Valdivieso, Viña Ventisquero, Viñedos Marchigüe e Viñedos Veramonte.

O resultado de muito investimento em pesquisa, estudo dos solos, novo manejo de vinhedos e uvas e desenvolvimento de tecnologias reforçam o posicionamento da indústria chilena moderna e altamente competitiva, com reflexos no produto final, o vinho do Chile que tanto amamos!

 

 

 

21º Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes

Largo das Forras (7) cópia

O festival acontece de 24 de agosto a 02 de setembro

Em comemoração aos 300 anos da cidade, festival reúne atrações gastronômicas, experiências e conhecimento.

E claro, como amo gastronomia eu tinha que falar do festival e dessa cidade que fica super agitada nesses dias. Um “bom agito” eu diria.

Na programação o festival conta com a presença de grandes chefs mineiros e uma programação completa. É divido em três espaços: Praça da Rodoviária, Praça do Conhecimento e Praça Campo das Vertentes, além de aulas na Pousada Escola, restaurantes e eventos especiais, realizados por parceiros locais.

A programação inclui aulas teóricas e interativas, cozinhas ao vivo, além da oportunidade de conhecer (e experimentar!) receitas e produtos de chefs e produtores mineiros. Uma programação artística especial dá a trilha sonora perfeita ao evento.

Faz muito tempo que quero ir no festival, sei que reúne o melhor da gastronomia, diversão e cultura. Vou me programar para ir, vai ser show!

A base da curadoria gastronômica é a Expedição Fartura – Comidas do Brasil que já percorreu o Brasil inteiro coletando informações sobre chefs, produtores, produtos, ingredientes, mercados e receitas.

Neste ano, os Festivais Fartura acontecem do Sul ao Norte, em todas as regiões do Brasil. Já passou por Porto Alegre, em maio, e passa por São Paulo (4 e 5 de agosto), Tiradentes (24 de agosto a 2 de setembro), Belo Horizonte – nas versões tradicional (22 e 23 de setembro) e Kids (29 e 30 de setembro), Brasília (a informar), Fortaleza (10 e 11 de novembro), e Belém (26 e 27 de janeiro/19). A Plataforma Fartura também expandiu suas fronteiras e foi atrás de suas origens, em Portugal. No início de novembro, acontece a segunda edição do Festival Fartura – Comidas do Brasil em Lisboa.

A presença dos Festivais Fartura em todas as regiões, assim como a amplitude de suas pesquisas e o detalhamento dos conteúdos produzidos, consolidam o Fartura – Comidas do Brasil como a mais completa plataforma e fonte gastronômica do país.

Paulo Filho_PFF1282

Confira os números e mais informações logo abaixo.

SERVIÇO:

21º Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

Data: 24 de agosto a 2 de setembro

Local: Tiradentes/MG

www.farturabrasil.com.br

SOBRE A PLATAFORMA FARTURA – COMIDAS DO BRASIL

A Plataforma Fartura – Comidas do Brasil percorre todo o país pesquisando a origem dos ingredientes e seu caminho até a mesa por meio da Expedição Fartura, que já visitou os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Todo o conhecimento adquirido é transformado em conteúdo e disponibilizado no site e redes sociais (Facebook e Instagram), vídeos, livros, programas de rádio e em projetos customizados. A Plataforma Fartura – Comidas do Brasil recebeu o prêmio de Inovação em Turismo, do Second Runner-up – United Nation World Tourism Organization.

EXPEDIÇÃO FARTURA

A gastronomia brasileira é farta e rica – por isso a origem do nome da Plataforma. A expedição, desde 2012,acumula os seguintes números:

– 26 estados e o Distrito Federal visitados, fechando o ciclo do Brasil.

– mais de 70 mil quilômetros percorridos.

– mais de 200 cidades visitadas.

– mais de 500 personagens da culinária brasileira entrevistados.

FESTIVAL FARTURA – COMIDAS DO BRASIL

Os festivais levam o conteúdo da Plataforma ao público, em forma de experiência. Alguns resultados:

– Mais de 185 toneladas de alimentos servidos (2016 e 2017).

– Mais de 10 toneladas de insumos coletados para reciclagem somente em Tiradentes/2017.

– Mais de 4 mil atividades gastronômicas (1998-2017).

– Mais de 4 mil profissionais da gastronomia (1998-2017).

– Mais de 1.000 apresentações culturais (1998-2017).

– Mais de 700 mil pessoas (1998-2017).

Livros

Cada estado visitado pela Expedição Fartura tem um personagem que a gente não esquece. São produtores, chefs, mercados e receitas que têm aquele tempero a mais. Tudo isso é registrado e lançado em livros premiados nacional e internacionalmente. As publicações já ganharam prêmios como o Jabuti e por duas vezes o Gourmand World Cookbook – principal premiação gastronômica do mundo. As viagens resultaram em 5 livros até o momento.

Filmes

Cada edição da expedição gera vídeos com conteúdos que complementam os registros nos livros. Ao longo de quatro anos, o Fartura registrou inúmeras entrevistas em curta, média e longa metragens que são distribuídos em instituições educacionais, além de estarem disponíveis nas redes sociais. Inscreva-se em nosso canal noYouTube. Um deles recebeu o 1º lugar na 1ª Mostra de Ensaios de Sabores Audiovisuais – MESA, como melhor obra de até 30′.

Programa de rádio

Programas com as descobertas e dicas gastronômicas da curadora Luiza Fecarotta, obtidas durante as Expedições. Rádio CDL FM, 102,9, em Belo Horizonte, de segunda a sexta-feira, três vezes ao dia.

Site e Redes Sociais

O portal Fartura – Comidas do Brasil tem como missão reunir o conteúdo coletado na Expedição e tornar acessível o compartilhamento desse material. No site, assim como nas redes sociais como Facebook e Instagram, encontram-se receitas, vídeos, informações dos festivais, curiosidades gastronômicas e até contato dos produtores.

Conteúdos e viagens customizados

A partir do conhecimento adquirido pela Plataforma, são construídos produtos específicos para empresas dos setores de alimentação, aviação, turismo, entre outros. Os conteúdos são desenvolvidos entendendo a estratégia de marca de cada cliente. Tanta informação compartilhada também possibilitou que a Fartura criasse viagens customizadas. A primeira edição aconteceu em Porto Alegre, quando um grupo fechado participou de um roteiro gastronômico exclusivo e inesperado. O próximo roteiro será realizado na capital paulista, proporcionando novas experiências aos viajantes.

 

Receita simples de Sopa de Cebola

Sopa

O prato é uma das opções do Festival de Sopas do Hotel Maksoud Plaza

Todos já sabem que quando chega o inverno adoro um prato de sopa para espantar o frio. Faço com gosto quase toda a semana e adoro compartilhar, seja nas redes sociais, seja com companhia para o jantar.

Aproveito a oportunidade para passar uma receita muito simples da sopa de cebola que faz parte do cardápio do restaurante 150 do Maksoud Plaza, em São Paulo.

Vamos lá!

Ingredientes:

1 dente de alho (laminado)

200 g de caldo de galinha

400 g de cebola laminada (corte Juliane)

1 colher (sopa) de farinha de trigo

2 colheres (sopa) de manteiga

4 xícaras de água quente

100 ml de vinho branco

1 folha de louro

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

1 – Em uma panela, adicione a manteiga, alho e a folha de louro, para começar a refogar.

2 – Em seguida acrescente a cebola e mexa até virar um caldo.  Elas devem escurecer sem ficar com a aparência de queimadas.

3 – Adicione a farinha e mexa bem para cozinhar por 2 minutos.

3 – Feito isso, despeje aos poucos a água quente e tempere com caldo de galinha, sal e pimenta.

4 – Por último, adicione o vinho e deixe cozinhar por 20 minutos.

5- Se preferir, leve ao forno para gratinar.

Sirva com torradas de pão italiano e bom apetite,

Serviço:

Festival de sopas do restaurante 150 do Maksoud Plaza

Rua São Carlos do Pinhal, 424 – Bela Vista – São Paulo – SP

Telefone: (11) 3145-8000

Período: Até 31 de julho

De segunda a sábado, das 19h às 23h30.

Buffet tradicional (R$ 52,00 por pessoa) e o completo (R$ 60,00 por pessoa) que contempla uma mesa de frios e queijos, saladas e pães caseiros.