Philosophia Reserva Cabernet Franc 2016 surpreende ainda mais em sua nova safra

“Antes do nascimento do céu, não haviam dias e noites, nem meses e nem anos. Tudo faz parte do tempo, da terra, como numa folha de papel em branco. Dedicamos idéias, sensações, experiências, Philosophia que persiste por bons momentos”.

20170531_123455

20170531_135710

Estamos falando do Philosophia Reserva Cabernet Franc 2016, um vinho de uvas viníferas que eu já havia provado no ano passado, mas da safra 2014.

Nesta visita a Vinícola Góes, pude mais uma vez percorrer os vinhedos da propriedade e “in loco” provar a uva Cabernet Franc no próprio vinhedo, no parreiral.

Surpreendendo no plantio com a adoção para esta safra da poda dupla (ou ciclo inverso), a Góes mais uma vez demonstra o seu intenso trabalho na busca pela qualidade de seus produtos e em investimentos no desenvolvimento tanto tecnológico como nos processos. Prova disso a adoção da poda, um “desvio” estudado em que se adia o momento da colheita, podando os cachos em dezembro e evitando-se assim as chuvas e precipitações que costumam corriqueiramente ocorrer nos meses de janeiro e fevereiro.

20170531_125433

O vinho tem sua colheita adiada, pois o fruto (uva) retarda seu surgimento e amadurecimento, ocorrendo assim a colheita em um momento mais propício (e sem período de chuvas), nos meses do outono.

Esta visão acertada de adiamento da colheita, de maturação sem precipitações, e mais uma maior passagem em barricas de carvalho (Que havíamos recomendado em safra anterior), conferiram elegância, finesse e um conjunto no corpo e estrutura do vinho que eu jamais havia encontrado nos vinhos da Góes até o presente momento.

20170531_130027

Vinho “gostoso”, saboroso, de estrutura média em seus taninos elegantes e integrados, com aromas da fruta evidenciados em cada taça, com grande presença de boca, macio e um final marcante e encantador. É assim que eu descrevo o que o vinho naquele instante me proporcionou.

Agregar esta passagem especial de um produto único tem sido reconhecidamente um dos grandes passos da Góes. Hoje, uma gigante no enoturismo crescente da região, com visitação e provas de seus vinhos e vinhedos, aberta para o público em geral e para quem anseia por conhecimento e experiências.

Eu poderia ficar aqui falando e falando dos outros vinhos mas prefiro realçar este vinho e fazer com que cada um possa ter a sua experiência particular na visitação super recomendada em lugar tão  perto de São Paulo.

20170531_132545

Preço do vinho na safra 2014: R$ 68,00. O preço da safra de 2016 ainda não está totalmente definido, acredito que ficará um pouco acima do 2014, tanto pelos custos envolvidos como pela produção limitada.

Vale cada centavo! Saúde!

 

 

O Vinho de toda sexta!

images (4)

Enfim chegou a sexta feira e com ela aquela sensação gostosa de liberdade.

Não que não se possa achar no trabalho a satisfação pessoal, mas porque por um breve instante olhamos para o céu azul e cessam certas obrigações corriqueiras do dia a dia.

As tarefas e obrigações dão lugar a esta sensação de paz, de desprendimento e de que há muito no futuro anos esperar.

E claro, toda sexta pede um bom vinho. É a hora de retirarmos da adega o que mais nos dá prazer, ou passarmos na enoteca ou supermercado de nossa preferência, carregando conosco o vinho de toda sexta, nosso vinho especial, nossa preferência aos bons momentos, sejam eles acompanhados ou simplesmente de relaxamento.

E se a sensação é de liberdade, buscamos nas uvas e na boa elaboração aquilo que nos remete o gosto pessoal, lembranças ou momentos que queremos eternizar.

images (6)

Tenho algumas sugestões de vinhos para a sexta. Um tinto e dois brancos. Vale conferir!

VLD04009_17

– Valdivieso Single Vineyard Cabernet Franc  2009: Chile / R$ 108,89

Um dos melhores Cabenet Franc que provei.

A cor é intensa e límpida. É elegante, harmonioso, bem integrado e redondo. Os aromas são da cereja, a framboesa e ameixa. Um toque de tostado, chocolate e baunilha.

Em boca é demonstra a passagem por 12 meses em barricas, ressaltando ainda mais os aromas percebidos na taça. Tem um ótimo conjunto e recomendo para tomar acompanhado ou para harmonizar com uma boa carne.

Onde encontrar: Ravin (www.ravin.com.br) / Tel.: (11) 5574-5789

TN480_VA-CheninBl

– Vinum Chenin Blanc 2011: África do Sul / R$ 78,00

Chenin Blanc, a uva emblemática da África do Sul. É fresco, muito aromático. Aromas de pétalas brancas e frutas cítricas. Em boca é delicado, mostrando a intensidade da fruta, limão, com ótima persistência e final prolongado.

John Platter – 4 Estrelas
Robert Parker – 92 Pontos
Wine Spectator – 88 Pontos.
Jancis Robinson – 16.5 Pontos

TN480_Mullineux-White

– Mullineux Family Wines White : África do Sul / R$ 140,00

Corte das uvas 76% Chenin Blanc, 16% Clairette Blanche & 8% Viognier

Este vinho é muito especial. Além de apresentar aromas de frutas cítricas, tem um toque de cravo, floral (jasmim) e algo de mineral. Em boca desabrocha toda a sua mineralidade em uma explosão de sabores, aparecendo mel e especiarias. Um vinho exuberante que pode ser guardado ao menos por 3 anos.

John Platter – 4,5 Estrelas
Robert Parker – 91 Pontos
Jancis Robinson – 17,5 Pontos

Onde encontrar: Qual Vinho? (www.qualvinho.com.br) Tel.: (11) 3031-7739

Afinal, é sexta feira e tudo vale a pena! Saúde!

 

 

 

 

 

Ravin e Valdivieso, uma parceria que vem fazendo história

 

Estive nesta última terça feira, dia 12 de Junho, em degustação promovida pela Importadora Ravin, no Restaurante Praça São Lourenço, na Vila Olímpia.

O objetivo foi á divulgação da parceria, que já se apresenta com excelentes resultados nas vendas, e apresentar os vinhos que compõe o catálogo de produtos da Ravin, deste produtor.

Quando do lançamento do catálogo de produtos da importadora em março deste ano, já havíamos provado um dos vinhos do produtor, que havia chamado muito nossa atenção. Tanto pela qualidade do vinho, como pela uva que o compõe, a Cabernet Franc.

Apresentação Valdivieso

O vinho em questão é o Valdivieso Single Vineyard Cabernet Franc 2007. Um vinho do Vale de Colchagua, Chile, de grande complexidade aromática, harmonioso, equilibrado, estruturado e elegante. Feito 100% da uva Cabernet Franc, estagia 12 meses em barricas de carvalho francês e possui 14% de teor alcoólico.

Para mim, o melhor e mais agradável vinho da noite, embora houvesse outras estrelas e vinhos impressionáveis.

Valdivieso Cabernet Franc 1998: O vinho estava bem "vivo"

Mas, o que realmente me chamou a atenção foi o fato de ter a oportunidade de provar a safra 1998 no jantar que foi servido em seguida. Excelente! Uma surpresa e tanto perceber que tanto nos aromas como no palato, o vinho se apresentou intenso e ainda mais complexo, determinando sua capacidade de guarda e longevidade.

Não posso deixar de falar também do vinho branco, o Valdivieso Gran Reserva Viognier 2010.

Um vinho com coloração amarelo/palha, brilhante, com notas aromáticas de frutas, aromas finos. Na boca grande frescor e intensidade. Um vinho de corpo e que pelo seu teor alcoólico de 14%, pede alimento.

20% do mosto fermenta em barricas de carvalho francês e este mesmo percentual estagia em barricas por seis meses.  Os outros 80% fermenta e estagia em inox.

O produtor possui uma linha básica para consumo no dia a dia, a linha Winemaker Reserva, a linha Gran Reserva, linha Single Vineyard e linha Prestige.

Abaixo os vinhos degustados e a ordem que foram apresentados:

– Valdivieso Gran Reserva Viognier 2010: 100% Viognier, 14% de álcool, do Vale de Curicó. Faixa de preço R$ 74,00.

– Valdivieso Gran Reserva Carmenère 2009: 100% Carmenère, 15% de álcool, do Vale de Colchagua. Vinho com aromas de frutas intensos, na boca pimentão vermelho cozido, o que lhe confere a doçura percebida. Faixa de preço R$ 74,00.

– Valdivieso Single Vineyard Cabernet Franc 2007: 100% Cabernet Franc, do Vale de Colchagua, 14% de álcool, um vinho maravilhoso! Faixa de preço R$ 89,00.

– Valdivieso Single Vineyard Cabernet Sauvignon 2008: 100% Cabernet Sauvignon, do Vale de Maipo, 14,1% de álcool, com notas adocicadas, 90 pontos conferidos por Robert Parker. O vinho amadurece por 12 meses em barricas de carvalho francês. Faixa de preço R$ 89,00.

– Valdivieso Éclat 2007: das uvas 65% Carignan, 20% Mouvédre e 15% Syrah. Do Vale de Maule e com 14% de álcool. Um vinho bastante expressivo e tânico, com acidez e equilíbrio. Faixa de preço R$ 99,00.

– Valdivieso Caballo Loco nº 12: Um vinho das uvas Cabernet Sauvignon, Malbec, Carmenère e Merlot, sem safra. Mistura em sua composição, safras de vários anos.

Talvez a grande aposta do produtor e do importador, pelo corte das uvas e pelo apelo de “mistério” na composição. Tornando-o complexo, com taninos macios e harmoniosos. Faixa de preço R$ 235,00.

Do Vale de Maipo, Vale de Colchagua e vale de Curicó. 14,6% de teor alcoólico, permanecendo 18 meses em barricas de carvalho francês.

Valdivieso Caballo Loco nº 12

– Valdivieso Éclat Botrytis Semillon 2007 – 375 ml: Um vinho de sobremesa do Vale de Curicó, feito 100% da casta Semillon, e teor alcoólico de 8,7%. Passa em parte por barricas, dando uma complexidade a mais nos aromas e no palato. Aromas adocicados e de fruta, na boca sensação de mel. Faixa de preço R$ 116,00.

Claudio da Vinnobile

Jantar com os vinhos da Valdieso, após a degustação

Almir da Vinnobile e Vinho dos Anjos

Bem, mas o que mais me chama a atenção, é a seriedade como a importadora tem conduzido seus trabalhos e escolhas dos vinhos, aproveitando as oportunidades e se preparando para ter em seu portfólio de produtos, por volta de 300 rótulos, dos 5 continentes.

Sem dúvida ainda ouviremos boas histórias e veremos grandes resultados sobre os vinhos e sobre a importadora.

Ainda bem, assim, quem aprecia vinhos com certeza saíra ganhando! Saúde!

Veja mais em: http://vinhodosanjos.wordpress.com/2011/03/22/ravin-lanca-seu-novo-portfolio-de-produtos-um-mergulho-apaixonante-no-mundo-dos-vinhos/