Restaurante Sem Comida: O que é?

20180830_121849

Sobras de geladeira viram pratos deliciosos e criativos

Para aqueles que perguntaram o que significava do “Restaurante Sem Comida”, aqui vai um breve relato do que foram os dois dias desta proposta que estimula e conscientiza a importância do NÃO desperdício de alimento.

Como parte de uma grande campanha que envolve tanto o Programa Mundial de Alimentos da ONU, como o projeto do “Fruta Imperfeita”, o Instituto “Flor Gentil e a Hellman’s por meio da Unilever, foi realizado nos dias 30 e 31 de agosto o “Restaurante Sem Comida”.

Durante dois dias em horários diferentes, consumidores, jornalistas e influenciadores participaram de uma grande experiência que envolveu o chef David Hertz no desafio de preparar pratos com as sobras de comida da geladeira, de cada participante.

20180830_122941

Além da experiência única de participar de um evento desta natureza e com objetivos muito bem delineados e de grande importância, o resultado apresentado foi ainda melhor.

Entre pratos elaborados com grande criatividade e acima de tudo, deliciosos, a harmonização com cada ingrediente trazido foi o grande desafio do chef e sua equipe.

20180830_130706

Os convidados também puderam conferir detalhes da campanha e receberam dicas de receitas e informações de como evitar o desperdício de alimentos, afinal “Comida é muito boa para ser desperdiçada!”.

No lugar da conta, os participantes receberam a receita que o chef usou para “salvar” a comida que poderia parar no lixo.

20180830_132218

No meu caso que segue como um bom exemplo de criatividade e aproveitamento, levei os seguintes ingredientes:

Linguiça calabresa, frango cozido, meia abobrinha, pedaços de abóbora cozida, cebola e arroz.

O chef preparou um “Arroz Cremoso” que envolveu a adição de maionese (2 colheres), ervas e um toque de pimenta.

20180830_135629

O prato e sua combinação, ficou simplesmente maravilhoso! Uma junção entre a crocância da abóbrinha e a leve doçura da abóbora, complementada com o sabor das ervas e o toque da calabresa que se evidenciou em um conjunto saboroso e inesquecível.

O movimento Hellmann’s contra o desperdício de alimentos teve início com um filme inédito da marca na TVe foi planejado após a pesquisa global da Unilever indicar que 61% dos brasileiros assumem descartar alimentos em perfeito estado. Segundo o levantamento, entre os mais desperdiçados estão os perecíveis: saladas (74%), vegetais (73%) e frutas (73%).

A cegueira da geladeira é uma condição humana que atinge cerca de 75% dos brasileiros, de acordo com a pesquisa.

20180822_162554

O uso da maionese permite a combinação dos produtos de uma forma surpreendente e gostosa.

O site Recepedia.com, criado e mantido pela Unilever para apresentar a versatilidade de seus produtos por meio de passo a passo de pratos para as mais variadas ocasiões e com diferentes ingredientes, tem receitas que incentivam a utilizar todas as partes dos alimentos e a efetivamente transformar sobras em pratos deliciosos.

ONU

A Organização das Nações Unidas coloca o Brasil na lista dos dez países que mais desperdiçam comida no mundo.

Diante desse cenário, o “Restaurante Sem Comida” também deu início a uma ação em prol do Programa Mundial de Alimentos, que trabalha em mais de 80 países para garantir segurança alimentar e nutricional para populações vulneráveis.

Por meio de dois vídeos no Facebook, as pessoas poderão, em breve, doar um prato de comida ao programa da ONU. Como? É muito simples, basta assistir a um deles até o final, ou aos dois. Automaticamente, ao final do vídeo, a doação é realizada.

O PMA calcula que servir uma refeição nutritiva para uma criança tem um custo de R$ 1,80. Os recursos arrecadados serão destinados ao fortalecimento do programa brasileiro de alimentação escolar, principalmente por meio da capacitação das merendeiras, com impactos para 43 milhões de crianças e adolescentes.
Lembranþa_Fruta Imperfeita (2)

Fruta Imperfeita

O Fruta Imperfeita faz delivery de cestas de frutas e legumes imperfeitos, no formato ou na cor, mas todos saborosos e frescos. Você pode assinar e receber em casa os alimentos por até 30% abaixo do preço regular.

A iniciativa de comercializar frutas “feias” veio justamente para ajudar a combater o desperdício de alimentos e incentivar o consumo consciente.

Em dois anos, a empresa já vendeu mais de 500 toneladas de alimentos com aparência imperfeita, e o número de entregas por semana aumentou 1500%: de 100 cestas por semana em novembro de 2015 para 1.500 em agosto de 2018, em média.

20180830_125341

Flor Gentil

O instituto recebe as flores que seriam descartadas e utiliza o material para montar novos arranjos que são entregues em casas de repouso, instituições assistenciais e para pessoas de baixa renda.

O trabalho é realizado através da mão de obra de 3.200 simpatizantes: desde o recolhimento das flores em galpões de decoradores parceiros, passando pela triagem do material recebido, confecção dos novos arranjos e entrega nas casas de repouso cadastradas no projeto.

Desde 2010, já foram entregues mais de 95 mil arranjos em 60 instituições atendidas.

Meu agradecimento a Hellman’s  e a todo o pessoal de apoio da Unilever por dar a oportunidade de participar de um momento inesquecível em minha memória, o “Restaurante Sem Comida”!

O Outubro é Rosa e os vinhos são da Caves Santa Cruz

outubro-rosa-1

A conscientização ao combate do câncer de mama é uma das grandes bandeiras levantadas neste mês de outubro.

Como todos os anos, a campanha visa alertar e chamar a atenção ao problema e aos cuidados necessários para a prevenção. Criada nos Estados Unidos, na década de 1990, tem por objetivo mostrar para a população a importância do diagnóstico e do tratamento precoce do câncer mais comum entre as mulheres.

Pensando nisso e de um forma muito bonita, a Caves Santa Cruz aderiu a campanha e reuniu vinhos que são a “cara” do mês e das mulheres conscientes.

Representando várias regiões produtoras de vinhos, a importadora Caves Santa Cruz destaca alguns de seus vinhos rosés de Portugal, um dos ícones do Velho Mundo em total apoio ao “Outubro Rosa”.

out-2

Comenda Grande Rosé

Premiado com medalha de prata no concurso AWC Vienna, este regional alentejano apresenta uma cor rosada aberta com aroma a frutos vermelhos do tipo framboesa. Excelente para acompanhar peixes, frutos do mar e até mesmo carnes mais leves, tornará sua refeição mais sublime. Feito com castas tinta Caiada e Aragonês é fermentado em cubas de inox com temperatura controlada. Um excelente rosé português.  Preço sugerido: R$ 66,68

out-3

Adega Penalva Rosé

Ideal para apreciar pratos elaborados com peixes ou carnes mais leves, Adega Penalva Rosé proporciona momentos agradáveis por um aroma de frutas vermelhas envolvente e intenso. Produzido na região portuguesa do Dão é feito com Touriga Nacional e Aragonez. Temperatura de serviço: 10ºC. Preço sugerido: R$ 36,70

out-4

Hortas do Caseirinho Frisante Rosé

Este vinho, extremamente suave e com aspecto cristalino é ideal para acompanhar entradas, pratos leves e para refrescar os dias mais quentes. Em boca é equilibrado, com estrutura média e persistente. O que as encanta é o aroma que este vinho proporciona: fresco, mineral e com exuberantes notas de frutos vermelhos com toque de especiarias. R$ 35,28

out-5

Primavera Corrente Rosé

Feito na região portuguesa da Bairrada é um vinho leve e refrescante com características acentuadas do solo. Excelente para acompanhar peixes, frutos do mar e até mesmo carnes mais leves, tornará sua refeição mais sublime. Preço sugerido: R$ 26,78

Caves Santa Cruz. Atendimento e Televendas: (11) 2197-0111

https://www.cavessantacruz.com.br/

https://www.instagram.com/cavessantacruz/

Sobre a Caves Santa Cruz:

Criada em 2012 pelo português Ramiro Cruz, a Caves Santa Cruz traz com exclusividade para o Brasil mais de 150 vinhos de seis diferentes nacionalidades. Fazem parte do portfólio da importadora as vinícolas: Quinta das Hortas, Caves Primavera, Vallegre e Quinta da Pacheca, de Portugal; Caldirola, Rocca Vini & Figli e Madona, da Itália; Boisset, da França; Murviedro, da Espanha; Andean Viñas (Grupo Peñaflor) e R.P.B, da Argentina; e Corinto e Viña Carta Vieja, do Chile. A empresa também importa e distribui azeites e alimentos.

V Arraial Gastronômico do Projeto BUSCAPÉ é destaque em julho no litoral norte de São Paulo

Buscapé

Mais de 30 chefs renomados servirão seus pratos e especialidades no V Arraial em prol do Projeto Buscapé.

A festa da Gastronomia e Solidariedade acontece dias 22, 23 e 24 de Julho (sexta, sábado e domingo) a partir das 19hs.

Se você gosta de sanduiche de porchetta, galinhada goiana, assado de tira Aberdeen Angus com couve puxado na manteiga de laranja, doce de abobora com coco, encapotado de camarão, pirulito de pipoca com chocolate, bolo delícia de massa de amendoim, java porco no rolete com farofa de arroz vermelho, Sanduiche de copa lombo defumado, Chiffon de chocolate, arroz de frutos do mar, brigadeiro de paçoca, caldeirada de cogumelos com abobora e caju arroz de ora pro nobis e castanha, não perca estas delicias que serão servidas durante os 3 dias desta V edição do Arraial.

Serão 37 profissionais, unidos por uma causa e auxiliados pelas crianças do Projeto Buscapé, que dedicarão seu tempo e talento para arrecadar verba que será destinada à melhoria da recém construída sede, e material necessário para a manutenção das diversas disciplinas que são ministradas por voluntários do Projeto.

A curadoria do evento é do chef Eudes Assis. Caiçara nascido em Cambury, premiado como chef revelação, Eudes é o coordenador das atividades da Aula de Gastronomia no Projeto e o grande incentivador da presença dos profissionais da cozinha nos eventos da entidade. “E muito importante levar às crianças a cultura culinária do mundo, este gesto pode se transformar em uma oportunidade em suas vidas”, defende o chef.

DSC_0489

O Projeto Buscapé foi criado há nove anos na praia de Boiçucanga, com o apoio da Polícia Militar e da comunidade, para promover atividades culturais, esportivas e culinárias para mais de 100 crianças e jovens da região, antes e depois de seu horário escolar. As atividades de Gastronomia acontecem às Segundas-feiras e costumam levar para o litoral Chefs de destaque da  Gastronomia, que apresentam para os atentos alunos a cultura culinária do Brasil e do mundo.

A estimativa de público, segundo o chef Eudes Assis, é de 4 a 5 mil pessoas durante os 3 dias de evento.

SERVIÇO:

V Arraial Gastronômico Buscapé

Dias: 22, 23 e 24 de Julho de 2016.

Horário: a partir das 19 horas

Local: Praça do Pôr do Sol – Boiçucanga – Litoral Norte de São Paulo

 

Grupo Ver o Vinho, uma aula de vinhos italianos e lições de vida

Ver o Vinho

Estive mais uma vez ministrando aquilo que eu chamo de “bate papo informal” com o Grupo Ver o Vinho, da Daniella Romano. Para quem ainda não ouviu falar, o grupo Ver o Vinho é formado por deficientes visuais que estão em aprendizado na degustação de vinhos e todas as suas características.

IMG_4593

Daniella Romano – Grupo Ver o Vinho

Não vou dizer que para a minha amiga — e fundadora do grupo —, foi tarefa fácil. Desde o início ela teve que se adaptar a uma série de situações antes inimagináveis. Já são mais de três anos de aulas e aprendizado, em um trabalho voluntário de muita, mas muita receptividade, tanto do mercado de vinhos, como do próprio grupo e participantes. Hoje o grupo é coeso e preparado, analítico e sensível.

Na última vez que estive com o grupo pude ter a oportunidade de falar um pouco sobre a Itália, país extremamente importante no vasto mundo dos vinhos, dentro do contexto mundial e da cultura vitivinícola. Na Itália compreendemos a existência de quatro blocos, o norte, o centro ou região central, o sul e as ilhas formadas pela Sardenha e pela Sicília. Cada região com sua característica própria, suas uvas mais adaptáveis ao “terroir”, seu clima, sua notoriedade.

Falar da Itália é falar de uvas nobres, enigmáticas, reconhecidas pelos vinhos premiados, pela sua história e cultura e pela diversidade. Não é a toa que a cultura do vinho antecede aos romanos e faz parte de uma história vasta, tanto dentro do que é difundido, como dentro dos aspectos religiosos que o vinho compõe em sua trajetória pelo país e pelo mundo.

IMG_4621 IMG_4624

Nesta aula, que poderia ter sido acompanhada por qualquer pessoa interessada, provamos alguns vinhos brancos italianos. No meio deles, um coringa, um vinho nacional que veio para mexer com a sensibilidade, com o olfato e com as percepções.Mas para minha surpresa, tínhamos também um vinho da Itália oxidado, ou seja, estragado mesmo. Possivelmente mal armazenado e com excesso de tempo em garrafa, pela safra apurada (2006).

Neste contexto, as expressões do grupo foram variadas e bem engraçadas. Uns falando que o vinho estava defumado, outros que ele parecia a “espada de São Jorge”, descendo pela garganta. Mas o que ficou mesmo aparente foi a percepção dos sentidos, em perceber, mesmo sem ver a cor do vinho, algo estranho ao paladar, fugindo de qualquer análise real do que seria bom: O vinho estava estragado!

Este pequeno acontecimento, nos mostra realmente a sensibilidade olfativa e gustativa que vem de treino e percepção que vai além da visão. Bem, eu ficaria muito tempo discorrendo sobre o assunto. Aqui, trago uma pequena pincelada sobre o tema e sobre este grupo admirável.

Quem quiser saber mais sobre o grupo e suas aulas pode entrar em contato com Daniella Romano pelo telefone (11) 3966-8212 ou através do e-mail daniella@aromasdovinho.com.br.

Almir dos Anjos é sommelière pós-graduado em marketing pela ESPM e especialista em e-commerce em vinhos. Possui cursos de vinhos na ABS-SP e SBAV-SP e é um dos intergrantes do Grupo do Selo 7 Sommeliers.
Traz para o Viagens e Rotas informações, novidades e curiosidades sobre o mundo dos vinhos. Para Almir, qualquer viagem só é completa quando há união entre vinhos e gastronomia que definem a marca de uma região ou cultura. Contatos- dos.anjos@uol.com.br
Blog Vinho dos Anjos
Blog Selo 7 Sommeliers
Site Selo 7 Sommeliers