A arte de harmonizar: Volparo Cabernet Sauvignon e Linguini

20190816_181518

Vinho italiano com uma bela “pasta” é viagem de sabores

A arte de harmonizar vinhos com alimento é complexa porém gratificante. Exige do mais experiente profissional, o conhecimento prévio dos vinhos e do prato, de forma que um não interfira no outro a não ser para acentuar sabores e texturas.

Aqui partimos do vinho que já estava conosco e compusemos a harmonização de acordo com as características próprias dele e o que gostamos de apreciar na comida.

20190816_181730

O prato escolhido foi uma massa Linguine. O desafio era escolher a forma de fazer e com qual molho compor. Mas neste caso foi bem fácil, já que a uva Cabernet elaborada na Itália em geral concentra algumas características próprias e por nós já conhecidas.

20190816_182031

Ao vislumbrarmos as características do vinho em aromas e sabores, onde neste caso o vinho tem uma boa estrutura em boca e médio corpo, trazendo uma expressão da fruta de forma a não ser extremamente aromático, o que prejudicaria os aromas provenientes do prato. Buscamos equilibrar esta fruta e estrutura com os sabores adocicados do tomate, leve creme de leite, e uma textura acentuada em um pouco de alcaparras, que deram o salgado em doses pequenas, para se contrapor na doçura (aparente) em boca no vinho, que é seco.

A cebolinha que tem sabor sutil em conjunto com as alcaparras, efetuaram tamb´me o contraste no prato entre a cebola em tiras e o tomate (Ambos com a expressão leve da doçura).

No vinho, tanto o tomate como a cebola foram compostos por aproximação em paladar, assim como cebolinha e alcaparras para dar o tom vegetal  também em sintonia com os leves herbáceos do vinho.

Creme de leite com toque do tomate, trouxe a integração no prato, e uniu a untuosidade do vinho ao conceito geral estabelecido no conjunto.

O resultado? Delicioso e harmônico em nosso paladar. Um prato que em conjunto com o vinho nos deixou em êxtase sensorial gustativo!

20190816_181324

RECEITA

Ingredientes:

– 300 gramas de Linguini (Usei o Barilla)

– 2 tomates médios para dissolver com o molho

– 1 tomate médio cortado em pedaços maiores

– 1 cebola grande fatiada em pedaços médios

– 2 colheres de sobremesa não muito cheias de alcaparras

– 1 caixa de creme de leite de 200 gramas

– azeite para iniciar

– sal a gosto (Umas 2 boas pitadas)

– 1 colher de café de pimenta calabresa seca

– 1 colher de sopa cebolinha picada para o molho e outra para finalizar

Modo de fazer:

Em uma panela separada, coloque azeite e a cebola picada para refogar, assim que estiver transparente, junte os 2 tomates picados e deixe em fogo brando até quase se dissolver na totalidade.

Junte o sal, a pimenta calabresa seca, a cebolinha (2 colheres de sopa) e deixa refogar por mais 5 minutos em fogo brando.

Em paralelo coloque em uma panela grande a água com um pouco de sal e óleo para cozinhar o macarrão. Assim que ferver adicione a massa (os 300 gramas da receita).

Quando a massa estiver cozida, abaixe o fogo e retorne ao molho.

No molho adicione o tomate cortado em pedaços grandes. A idéia aqui é que fiquem ainda em pedaços após um pouco cozidos. Faça isso por 10 minutos e adicione a caixa de creme de leite, abaixando o fogo á temperatura menor do fogão e mexa até o molho ficar todo integrado, sem deixar ferver.

Apague o fogo do molho e coloque a colher de cebolinha que não será dissolvida. Escorra a massa e coloque no prato que irá servir adicionando o molho por cima e parmesão.

Pronto, agora é só desfrutar do vinho e da massa! Saúde!

Vinho Volparo:

Importado pela Futura Importadora, pode ser encontrado em alguns restaurantes como a Cantina “C que Sabe” em São Paulo, o mesmo ligando diretamente para a importadora.

Nos eventos que estamos, há sempre a presença do vinho e da importadora. Acompanhem nossas postagens no instagram @vinhodosanjos e nosso site.

www.futuraimportadora.com.br

Telefone (11) 3562-6132

 

 

 

 

Vinho One Bottle of Red 2015 harmonizado com pastel? Isso mesmo!

20170818_192650

Ás vezes  estamos a procura de um vinho que seja fácil de beber, descontraído e que pode ser degustado com qualquer prato ou ocasião.

O One Bottle of Red 2015 em sua característica é assim. Um corte das uvas Cabernet Sauvignon (87,5%) amaciado por 12,5% da uva Merlot, fica fácil de entender tamanha versatilidade no momento do consumo.

Vinho do Chile, sem passagem por barricas de carvalho, denota fruta em toda a sua essência, tanto nos aromas como em boca, tendo um corpo médio e uma estrutura tânica leve e equilibrada.

É ideal para ser tomado de forma descontraída, junto aos amigos e também para harmonizar com carnes vermelhas, queijos maduros e massas com molhos apimentados.

Experimentei com um pastel de carne bem condimentado e com toques de pimenta, e posso dizer que a surpresa foi boa, integrando o vinho na boca com a carne quentinha e apimentada do pastel. Show!

Estas são daquelas experiências que fazemos para ver o quanto um vinho pode ser apreciado em condições de puro “relax” familiar. Demonstra com isso a forma como podemos abordar o consumo do vinho, sem frescuras!

one bottle of red

O vinho tem teor alcoólico de 13% e seu preço está na faixa de R$ 49,00.

Maiores informações:

www.winebrands.com.br

 

 

Jèma, da Max Brands: Um vinho premiado e reconhecido, pronto para ser degustado

Faz algum tempo que conheço este vinho e tive a grata satisfação de degustá-lo por algumas vezes. Primeiramente na degustação promovida no meio do ano passado (2011) pela Max Brands e sucessivamente em vários eventos do setor.

Desde o princípio ele me surpreendeu, pelos aromas, pela harmonia no conjunto, pela elegância e maciez nos taninos.

No último Evento Vitória ExpoVinhos 2012, no Espírito Santo, ocorrido no dia 21 de junho, o mesmo vinho Jéma Corvina Veronese 2007 ficou entre os Top 5 da feira na categoria Velho Mundo, junto com o Moscatel Passito Batassiolo, que se classificou na categoria de vinhos de sobremesa, também da Max Brands.

Com a safra 2005 recebeu 90 pontos pela revista americana Wine Enthusiast Magazine e medalha de ouro no importante Concurso de Bruxelas.

Participou do Encontro de Vinhos em São Paulo, no Bendita Hora, evento que antecedeu a Expovinis deste ano,  ficando em 2º lugar na eleição dos Top Five do Encontro de Vinhos.

É um vinho que se apresenta com coloração vermelho púrpura brilhante. Aromas de frutas vermelhas e cerejas maceradas com tons e notas de cacau e café torrados.

No paladar é suave, completo, equilibrado e de excelente persistência.

Na sua elaboração, na fase de maturação, as uvas são desbastadas para realçar as características deste vinho. As uvas foram colhidas com cuidado e colocadas para secar por 20 dias. A maceração fermentativa também durou cerca de 20 dias.

Envelhecimento: 18 meses em barris de carvalho francês, com posterior 6 meses de amadurecimento em barris de carvalho e 1 ano em garrafa.

Acompanha carnes de caça, grelhados e cozidos, assim como um queijo muito bem temperado. Também é perfeito para ser degustado unicamente em lentos goles.

Você encontra este vinho á venda na Vinnobile: http://www.vinnobile.com.br/produto/100/1673/jema-corvina-veronese-igt-2005

Leia mais sobre o Jèma em:

http://vinhodosanjos.wordpress.com/2011/06/21/degustacao-max-brands-um-%e2%80%9cdiluvio%e2%80%9d-em-emocoes-e-profusoes/