Viña Ventisquero lança “Kalfu Sumpai” Pinot Noir no Wines of Chile em SP

Logo Cantu

“Foi assim… como ver o mar…”

Antes de sair de casa para o Masterclass do Chile, recebi as informações sobre o vinho Kalfu Sumpai Pinot Noir.

Confesso que como o tempo era curto, nem me atentei ao nome ou as informações recebidas. Segui para a prova de vinhos sem ao menos ler nada a respeito, nem mesmo sobre o nome do vinho.

Estou eu calmamente degustando os vinhos na mesa da Viña Ventisquero (Importações da Cantu), após participar da prova exclusiva destinada aos jornalistas, e me vejo diante de um novo Pinot Noir, intrigante, desafiador, produto novo e que percebi logo pelo rótulo que não me era familiar. Eu nunca havia provado.

Provei o vinho após provar o Chardonnay Tara do Atacama, vinho que também sempre me causa grandes inspirações pela qualidade.

Qual não foi a minha surpresa, ao perceber que eu estava diante de um grande vinho. Começando pelos aromas e complementando em boca, o vinho se apresentou exuberante, completo mesmo, em todos os aspectos que se deve analisar.

Eu estava diante de alguns ícones já provados da linha que compõe o portfólio da Viña Ventisquero e sempre me ative a melhoria nos vinhos elaborados pela uva Pinot Noir no Chile. Até então poucos me agradavam, muito poucos.

Mas este vinho é outro conceito…

Kalfu

Kalfu significa “Azul” em Mapudungún, língua dos indígenas originários do Chile. É a cor mais importante da cultura Mapuche, porque está associada à origem da vida.

A linha Kalfu é resultado do que há de melhor nos vales costeiros mais extremos do Chile, como os mais desérticos ao norte.

É um convite para percorrer 600 km da costa chilena através de diferentes terroirs. Uma diversidade que permite criar vinhos distintos, frescos, elegantes e com acidez pronunciada, representando fielmente a sua origem.

Kalfu é como o azul do Pacífico, é o “descobrir a misteriosa origem da vida”.

Vinho elaborado 100% com a uva Pinot Noir, do Vale de Leyda, que integra a nova linha da Vinã Ventisquero, e também chega ao Brasil através da Cantu Importadora. Os vinhos Kalfu são elaborados pelo talentoso enólogo Alejandro Galaz, conhecido pela elegância de seus vinhos e experiência em vinhos costeiros.

Claro,  estas informações eu só fui checar depois. Mas tive a surpresa de ser “encantado” na boca e no nariz de forma não planejada, o que é sempre muito melhor. Ter a surpresa!

Hoje estou aqui escrevendo e ainda consigo sentir o vinho em minha memória olfativa e gustativa. Minha cabeça e meu corpo pedem mais…

Se há alguma recomendação que posso fazer é a de que quem tiver a oportunidade de provar, prove! E se delicie nos nuances delicados que este vinho pode proporcionar.

Sobre o produtor há muito o que falar. Tive o prazer de visitar no Chile e aprecio imensamente a busca constante na melhoria e nas descobertas de novas parcelas de uvas, novos blends e experiências na vinificação, no aprimoramento e na busca pela excelência na apresentação em cada vinho, de norte a sul do país.

Outros projetos como o vinho Enclave 2011, parceria entre Felipe Tosso, enólogo-chefe da Ventisquero, e o enólogo australiano John Duval, também devem ser apreciados.

Chegará à sua taça um Cabernet Sauvignon clássico reinterpretado ao estilo Ventisquero, elaborado em Pirque, Alto Maipo, região dos mais prestigiados Cabernets do Chile.

E precisa falar mais? Agora é só conferir em cada prova e oportunidade!

Saúde!

 

 

Wines of Chile: Uvas, blends, vales, terroirs e extremos

Wines of Chile 2018

Líder na importação de vinhos no Brasil, Chile reforça sua presença no mercado e apresenta destaques sempre com inovação

Com presença maciça nas prateleiras de lojas e supermercados, em restaurantes, na mente e no paladar dos consumidores brasileiros, o Chile se destaca por sua produção variada de vinhos: são vales, uvas, terroirs e tecnologias que, combinados, resultam em infinitas possibilidades. E é esse o tema do grande evento anual promovido pela Wines of Chile no Brasil, que acontece em São Paulo no dia 08/08/2018.

No Brasil o êxito dos vinhos do Chile está impresso nos números. O país lidera o ranking de vinhos importados há 16 anos e fechou 2017 detendo, em volume, mais de 45% do nosso mercado – mais do que o dobro do segundo colocado, com aumento de 18,2%. Em valor, o crescimento foi de 17,4% no ano passado, que representa uma fatia de mercado de 43,7%.

Vinhos desafiadores, diferenciados e de altíssima qualidade desembarcam por aqui e conquistam cada vez mais os consumidores. O desenvolvimento de tecnologias, de novos métodos e a geografia privilegiada permitiram a expansão do mapa do vinho no Chile, onde viticultores vanguardistas e visionários estão elaborando rótulos em terroirs adversos, extremos e condições insólitas, como o Deserto do Atacama, além de empregarem técnicas modernas em vales tradicionais e promoverem o resgate de uvas antigas. Um privilégio para todos nós, apreciadores dos vinhos chilenos.

O Brasil é um dos três mercados prioritários para a exportação de vinhos do Chile. Em 2019 pretendem ampliar a promoção dos vinhos chilenos para outras regiões do país.

As 37 vinícolas que participam do 8º Tasting Wines of Chile em São Paulo e que apresentam ao mercado as novas safras, rótulos e destaques do último ano são:

Alto Quilipin, Apaltagua, Casas del Toqui, Chilean Wines Company, Cousiño Macul, Dos Almas, Encierra, J. A. Jofré Wines, Odfjell, Viña Bisquertt, Viña Carmen, Viña Casa Silva, Viña Casablanca, Viña Concha y Toro, Viña Cono Sur, Viña Echeverria, Viña El Principal, Viña Emiliana, Viña Gandolini, Viña Indómita, Viña La Rosa, Viña Las Niñas, Viña Leyda, Viña Montes, Viña Pérez Cruz, Viña Requingua, Viña San Esteban, Viña San José de Apalta, Viña San Pedro, Viña San Pedro Tarapacá, Viña Santa Rita, Viña Siegel, Viña Tres Palacios, Viña Valdivieso, Viña Ventisquero, Viñedos Marchigüe e Viñedos Veramonte.

O resultado de muito investimento em pesquisa, estudo dos solos, novo manejo de vinhedos e uvas e desenvolvimento de tecnologias reforçam o posicionamento da indústria chilena moderna e altamente competitiva, com reflexos no produto final, o vinho do Chile que tanto amamos!

 

 

 

Raínhas de Copas: Seleção dos melhores vinhos do Chile por 6 sommelières

Dama de Copas

Vinho e Girl Power

Sommelières colocam suas escolhas de vinhos e anunciam os rótulos de sua preferência. Quem dá as cartas nesse jogo é você!

O evento é promovido pela Wines of Chile e acontece em São Paulo nesta próxima sexta feira, 15 de junho.

Denominado de Rainhas de Copas (‘copas’ significa ‘taças’ em espanhol) e promovido pela Wines of Chile o evento inédito no mundo, apresenta o melhor na visão feminina destas profissionais.

Seis sommelières apresentam suas escolhas em vinhos e o público decide através da experimentação e do voto.

A degustação e apresentação dos vinhos escolhidos será no Bar de Cima, nos Jardins, das 20 horas à meia-noite.

Dama de copas 3

Jéssica Marinzeck: Selecionou os vinhos Veramonte Chardonnay, Aresti Trisquel Sémillon, Casas del Bosque Pequeñas Poducciones Sauvignon Blanc, Cono Sur Single Vineyard Pinot Noir, Matetic EQ Syrah e Gandolini Las 3 Marías Vineyards Cabernet Sauvignon.

Débora Breginski: Selecionou os vinhos Aresti Gewürztraminer, Valdivieso Single Vineyard Cabernet Franc, Gandolini Las 3 Marías Vineyards Cabernet Sauvignon, Casas del Bosque Riesling, Casa Silva Microterroir Carmenérè e Indómita Duette Pinot Noir.

Eliana Araújo: Selecionou os vinhos Aresti Family Collection, Matetic Corralillo Winemaker’s Blend, Siegel Ketran, Terranoble Lahuen, El Principal Memorias e Emiliana Signos de Origen.

Gabriela Bigarelli: Selecionou os vinhos Matetic Corralillo Pinot Noir, Terranoble CA2, Ventisquero Pangea, Casa Silva Cool Coast Sauvignon Blanc, Emiliana Novas Chardonnay, Pérez Cruz Cabernet Sauvignon Reserva.

Gabriele Frizon: Selecionou os vinhos Santa Carolina Cuarteles Experimentales, Ventisquero Grey Sauvignon Blanc, Casa Silva Cool Coast Pinot Noir, El Principal Kiñe, Aresti Espiritu de Chile Winemaker’s Collection Cinsault 2016 e Matetic Riesling.

Daniela Bravin: Selecionou os vinhos Matetic EQ Syrah, Santa Carolina Reserva de Familia Chardonnay, Terranoble Gran Reserva Carignan, Valdivieso Eclat Vigno, Ventisquero Queulat Cinsault e Emiliana Coyam.

GIRL POWER!

A ação Rainhas de Copas, idealizada pela CH2A Comunicação, surge como um reflexo do protagonismo das mulheres no mundo do vinho e reforça a presença cada vez mais significativa de sommelières em um ambiente majoritariamente masculino. No Brasil é a primeira vez que um projeto reúne exclusivamente as mulheres do vinho.

“O projeto Rainhas de Copas acontece de forma piloto no Brasil e reflete o posicionamento de vanguarda do Chile em antecipar tendências e atender a demandas não apenas de consumo, mas também comportamentais. Além de reconhecer e valorizar o protagonismo feminino no segmento vitivinícola, queremos demonstrar que a experiência de consumir um vinho do Chile pode ser lúdica, divertida, informal e sem regras. O que mais importa é a experiência que o consumidor terá na degustação. A escolha da melhor carta é uma forma de fechar o duelo, que será, obviamente, exclusivamente com vinhos chilenos de qualidade indiscutível”, resume Angelica Valenzuela, diretora da Wines of Chile.

image002

Rainhas de Copas – Wines of Chile

Dia 15 de junho (sexta-feira), das 20 horas à meia-noite

Bar de Cima – Rua Oscar Freire, 1.128

Ingressos à venda:  https://www.sympla.com.br/rainhas-de-copas__290715

Valor do ingresso: R$ 55 e dá direito à degustação de vinhos e buffet de comidinhas para acompanhar os rótulos. Uma oportunidade única de degustar mais de 35 vinhos do Chile de uma escolha top e única feita pelas profissionais.

Estaremos lá fazendo as nossas escolhas. Saúde!

 

 

 

Viña Ventisquero: Boas surpresas no Wines of Chile que acontece nesta quarta, 5 de Agosto

Chile 2 (2)

 

image013

Serão quatro marcas em destaque no tasting: VentisqueroRamiranaKalfu e Yali

No desafio de produção, rótulos de diversas regiões do Chile, que vão de vales consagrados e tradicionais, vinhedos próximos ao mar, até o Deserto do Atacama.

Abaixo alguns dos destaques do maior evento de vinhos chilenos realizado no Brasil:

Vem do desértico Vale de Huasco o vinho Kalfu Sumpai Sauvignon Blanc, um branco surpreendentemente frutado e mineral. Também será apresentado o Pinot Noir, elaborado no Vale de Leyda. Todos trazidos pela Importadora Domno do Brasil.

Mesclas inovadoras fazem parte da identidade dos vinhos Ramirana, como o Ramirana Sauvignon Blanc/Gewürztraminer. Destaque para o premium Ramirana Trinidad, trazidos pela Cantu.

Complexidade e sofisticação caracterizam os vinhos Herú Pinot Noir, Vertice e Grey Cabernet Sauvignon. Uma linha imperdível e de alta gama, também trazidos pela Cantu.

A filosofia ecofriendly do grupo está presente no projeto Yali, linha de vinhos elaborada no Vale Yali. Estarão em degustação um Syrah, um Cabernet Sauvignon e um Carmenérè. Importadora Domno do Brasil.

Para quem ainda não conhece:

A Viña Ventisquero foi criada em 1998. É liderada por uma equipe jovem, criativa e de espírito empreendedor.

Com escritórios em países como Estados Unidos, Inglaterra, Espanha e China, tem em seu portfólio vinhos premiados internacionalmente como o Pinot Noir Herú, além dos ícones Vértice, Pangea e Enclave, elaborados pelo enólogo-chefe Felipe Tosso (que tive o prazer de conhecer) em parceria com o enólogo australiano John Duval.

Em 2012, foi a primeira vinícola a receber o “Certificado de Sustentabilidade Wines of Chile” em 100% de seus vinhedos por suas práticas de certificação sustentável em todos os campos de cultivo.

Em 2013, avaliada também nas categorias ‘adega’ e ‘responsabilidade social empresarial’, recebeu a segunda certificação por sua evolução em todas as áreas relacionadas à elaboração do vinho.

É conferir tudo isto amanhã! Saúde!

Saiba tudo sobre o evento que acontece amanhã: http://vinhodosanjos.com.br/2015/07/28/5o-tasting-wines-of-chile-e-oportunidade-de-provar-grandes-vinhos/