Vinho & Ponto apresenta o projeto Caliterra para jornalistas

20190923_152546

Importadora incorporou os vinhos em seu portfólio

Quem já teve a oportunidade de provar os vinhos do produtor Caliterra, sabe que neles existe qualidade, marca a comprometimento.

A empresa chilena está situada no Valle de Casablanca e tem uma variedade grande de castas plantadas em identificados micro-terroirs, onde divide o plantio pelas variedades em sua origem.

Há o plantio Andino, o Mediterrêno e o Bordalês, onde se encontram respectivamente as variedades Carmenérè e Malbec, Grenache e Syrah, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Petit Verdot.

Em localização pré-determinada existem também as variedades Sauvignon Blanc, Viognier e Merlot.

A grande diversidade de solos permite esta divisão em parcelas com características bem marcantes no clima e também pela influências do Pacífico e da Cordilheira dos Andes.

Depois de algum tempo sem degustar os vinhos deste produtor, tive a grata surpresa de poder provar sete vinhos que foram apresentados exclusivamente para jornalistas em almoço no Fofo de Chão em São Paulo.

Segue a lista dos vinhos provados e algumas observações:

20190923_185226

– Tributo Chardonnay 2017 – R$ 168,00 (Gostei muito deste vinho!)

Um vinho com fechamento screwcap, oriundo de solo granítico e quartzo, o que confere mineralidade e elegância. Muito fresco, tem sua fermentação em barricas de carvalho francês de segundo e terceiro usos. Estagia 9 meses também em barricas de segundo e terceiro usos.

– Tributo Carmenérè 2016 – R$ 168,00

Vinho bem frutado e jovial. Tem cor viva, um toque vegetal, é delicado e com final prolongado.

Passagem por 12 meses em barricas francesas(Só 7% vinho em barricas novas).

20190923_185138

– DSTNTO 2017 – R$ 233,00 (Vinho maravilhoso!)

Corte das uvas Malbec (45%), Syrah (30%), Carignan (15%) e Petit Verdot (10%), este vinho é elaborado pelo método ancestral de maceração carbônica, em velhas barricas de 400 litros e reservatórios de argila de 700 litros. Especiarias, pimenta e textura são as características encontradas neste vinho jovial.

– Pétreo Carmenérè 2016 – R$ 310

100% Carmenérè, este vinho tem salinidade, toque herbáceo e pimenta.

Passagem por 18 meses em barricas francesas de segundo e terceiro usos. Elegante, toque de grafite, muita fruta, tem média estrutura e é bem fresco.

– Pétreo Malbec 2016 – R$ 310,00

100% Malbec, é um vinho correto e um pouco mais contido nos aromas e boca.

– Edición Limitada M, Mediterráneo 2016 – R$ 310,00

Corte das uvas Syrah (38%), Carignan (32%), Grenache (25%), Marsanne (4%) e Roussanne (1%).

Este vinho tem uvas provenientes de várias regiões chilenas. Parte delas compradas de outros produtores com supervisão da Caliterra.

Muito complexo é um vinho intenso e amplo.

Notas de especiarias no nariz e pimenta. Aromas frutados, cassis e mineralidade.

Em boca tem grande acidez, vibrante e complexo, com taninos marcantes.

20190923_185059

– CENIT 2014 – R$ 903,00 (Quero provar daqui 5 anos!)

O mais complexo de todos os vinhos, é claro um vinho de guarda. Corte das uvas Malbec (44%), Petit Verdot (42%) e Syrah 14%). Tem passagem por 33 meses em barricas de carvalho francês, sendo 64% novas.

No nariz, notas de frutos do bosque, toques de mineralidade, frutos secos, amêndoas. Em boca é profundo e largo, com notas de cereja e framboesa. Grande estrutura, sedoso e intenso.

Tempo estimado de guarda: Até final de 2031.

Sobre a Vinho & Ponto

Importadora que é também rede de franquias com 31 lojas, sendo uma delas própria.

Apresenta em seu portfólio 400 rótulos com vinhos do mundo todo, tendo lojas em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Brasília, Minas, Maranhão, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Sergipe, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Piauí e Rondônia. Além de vendas pelo site.

Maiores informações: www.vinhoeponto.com.br

Caliterra: www.caliterra.cl

 

 

 

 

 

 

 

Provino 2019: Oportunidade para provar vinhos da Áustria e muitos outros

Provino imagem

Feira para profissionais do setor acontece de 15 a 17 de outubro

Com a participação da maior vinícola da Áustria, a Provino, em sua primeira edição, apresenta vinhos deste.

A Lenz Moser realizada em um epicentro comercial da América Latina, para apresentar seus vinhos pela primeira vez a importadores, distribuidores e outros players do Brasil e de países como Colômbia, Peru, México e Panamá, já confirmados no evento.

O destaque são os brancos elaborados com a Grüner Veltliner, especialidade da marca e uva ícone na Áustria, onde ocupa cerca de um terço dos vinhedos. Líder no mercado doméstico e maior exportadora do país.

Ao lado dos austríacos, best-sellers da Argentina e do Chile serão apresentados na Provino. A Optimus Importadora, já nossa conhecida pela qualidade na escolha para importação de seus vinhos, selecionou vinhos premium da argentina, como a Bodega Mosquita Muerta e do Chile, Valle Secreto.

Serão apresentados também o Cordero Con Piel Del Lobo, da Mesquita e o Key Petit Verdot, da Secreto, entre outros rótulos imperdíveis, todos da importadora Optimus.

Para ter acesso ao evento é necessário realizar o credenciamento, que já está aberto no site oficial da Provino e é gratuito e exclusivo para profissionais do setor.

Acesse o site e faça seu cadastro: www.provino.com.br/inscricao, preencha o formulário e aguarde a confirmação da organização.

Os profissionais de imprensa devem entrar em contato com a CH2A Comunicação, assessoria de comunicação da Provino, para informações sobre o credenciamento pelo e-mail credenciamento@ch2a.com.br

Sobre a Provino

A Provino é um projeto idealizado por Malu Sevieri, Rico Azeredo e Christian Burgos. Os dois primeiros possuem mais de 10 anos de experiência na organização de feiras profissionais e em representação da Messe Düsseldorf, organizadora da já famosa ProWein. Christian Burgos é presidente da Inner Group, reconhecido nome na indústria nacional e internacional de vinhos.

Serviço:

Provino 2019 – Feira Profissional de Vinhos e Destilados

De 15 a 17 de outubro de 2019 (terça a quinta)

Das 13 às 20 horas

Transamerica Expo Center – São Paulo

Avenida  Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – São Paulo – SP

Informações: www.provino.com.br / info@provino.com.br

 

 

 

Safras premiadas de Don Melchor movimentam eventos no Rio e Brasília

Wine Dinners e degustações nas duas cidades contarão com a presença de Enrique Tirado, o nome por trás do lendário rótulo

20181128_160633

As safras 2015 e 2016 de Don Melchor do Chile serão apresentadas entre os dias 12 e 14 de março, com a presença de seu enólogo Enrique Tirado em degustações que acontecem no Rio de Janeiro e em Brasília.

DM 2016

As duas safras traduzem a elegância, o estilo e a complexidade deste notável vinho produzido no Vale do Alto Maipo.

No Rio, Tirado comanda dois Wine Dinners, sendo o primeiro em parceria com a Adega Hara, no Restaurante Érico, na Barra da Tijuca, no dia 12 de março, às 19h30, e o segundo, na Bergut Castelo, no Centro, no dia 13 de março, às 19h30.

No dia 14, Enrique Tirado segue para Brasília para encontro com clientes e visitas aos principais parceiros.

Confira os menus e preços:

Restaurante Érico (Avenida Érico Verissimo, 901 – Barra da Tijuca RJ) 12 de março, às 19h30 horas, tel: (21) 3435-7594 e (21) 2493-6161

Menu:

Entrada – Polvo Grelhado com musseline de batatas e Terrunyo Sauvignon Blanc;

Primeiro prato – Mignon de Javali ao molho rôti e mini legumes e Don Melchor 2015;

Segundo prato – Ossobuco com polenta mole e Don Melchor 2016;

Sobremesa – Mousse de chocolate com creme inglês e casca de amêndoas.

Preço: R$ 250 + serviço

 

Bergut Castelo (Av. Erasmo Braga, 299, Centro – RJ, 13 de março, às 19h30 horas, tel: (21) 2220-1887) – Dia 13 de março

Menu:

Entrada – Tartar de Atum ao Abacate e Terrunyo Sauvignon Blanc;

Primeiro prato – Ravióli Recheado com queijo da Serra da Canastra e Don Melchor 2015;

Segundo prato – Medalhão de filé mignon ao presunto de Parma com risoto de alho-poró e Don Melchor 2016;

Sobremesa – Tiramisù.

Preço: R$ 320 + serviço

Sobre as safras

Don Melchor 2015 foi produzido com 92% Cabernet Sauvignon, 7% Cabernet Franc, 1% Petit Verdot e descansou 15 meses em barris de carvalho francês (69% novos e 31% de segundo uso). A safra caracterizou-se por maior precipitação do que de costume, concentrada principalmente no inverno. O tempo seco e quente de novembro permitiu floração e vingamento adequados. O processo de amadurecimento foi parelho, resultando em uma safra com ótimos sabores e aromas. De coloração cereja e vermelho profundo, o vinho traz notas de frutas vermelhas mescladas delicadamente com notas minerais, sugerindo cinzas frias e grafite. Em boca, revela textura fina e delicada, e mostra-se amplo e profundo, com um ataque suave e sutil, seguido de uma evolução intensa. Seu teor alcoólico alcança 14,3%.

Don Melchor 2016 foi produzido com 93% Cabernet Sauvignon, 3% Cabernet Franc, 3% Petit Verdot, 1% Merlot e descansou 14 meses em barris de carvalho francês (55% novos e 45% de segundo uso). Temperaturas inferiores às da anterior, marcaram esta safra, também influenciada pelo fenômeno El Niño. Os solos pedregosos de Puente Alto contribuíram para a drenagem das chuvas no período de colheita, permitindo um amadurecimento equilibrado. De vermelho escuro profundo, este vinho esbanja elegância e fineza, e apresenta importante expressão aromática, na qual se destacam notas de frutas vermelhas pequenas. Em boca, um ataque suave que se perpetua com um perfeito equilíbrio de sabores e um final de boa duração, com destaque para taninos delicados e equilibrados. Teor alcóolico de 14%.

Sobre Don Melchor

O vinhedo Don Melchor tem desempenhado importante papel na história moderna do vinho chileno. Localizado na Cordilheira dos Andes, margem norte do Rio Maipo, no Vale do Maipo, a 650 metros acima do nível do mar, o vinhedo remonta a meados do século XIX, quando as primeiras variedades francesas pré-filoxera foram importadas da França. Atualmente é formado por 127 hectares, divididos em sete lotes, dos quais 90% correspondem à Cabernet Sauvignon, 7,1% à Cabernet Franc, 1,9% à Merlot, e 1% à Petit Verdot.

O enólogo Enrique Tirado desenvolveu uma longa e distinta trajetória na Vinícola Concha Y Toro. Ingressou em 1993 como encarregado das marcas premium da companhia, e a partir daí assumiu como enólogo gerente, a responsabilidade pelas marcas super premium e ultra Premium, incluindo Don Melchor. Foi sua extraordinária sensibilidade enológica, junto com seu incansável rigor, dedicação e estudo dos diferentes terroirs, que o permitiu ser designado em 1997 enólogo exclusivo de Don Melchor, o vinho ícone proveniente do destacado e reconhecido vinhedo de Puente.