Bazar da Cidade acontece no Museu da Casa Brasileira

FARFALLA GELATTO LEGGERO - A mexicana Julieta Pereira e o brasileiro Eduardo Borba produzem um delicioso gelato italiano. Não mais do que dez sabores. Entre eles, o de amora.

Serão 100 expositores sendo 25 de gastronomia

Em sua 13ª edição, o Bazar da Cidade ocupa pela terceira vez o privilegiado terraço e jardim do Museu da Casa Brasileira. O evento que tem entrada gratuita acontece nos dias 12 e 13 de outubro e une gastronomia, moda, decoração, produtos infantis e oficinas para os pequenos.

Na Gastronomia há dois grupos:

Mercearia, com produtos para se presentear ou serem levados para casa

Praça de Alimentação, com delícias para serem consumidas lá mesmo, no espaço amplo do Museu.

Entre os expositores da Mercearia, participam pela primeira vez do Bazar da Cidade as seguintes marcas: Delícias do Zinha, Oli Pães Artesanais & Co., Azeite de Ouro Santana, Antar Snacks.

Entre os da Praça de Alimentação, os novos são: Dona Celina Pão de Queijo Artesanal, D’Farm Artesanal, Dourado de Amendoim & Cia, Famigerada Cachaça, Do Oriente Ao Pote, Catarina Coffee and Love e Filé Cozinha.

O Bazar da Cidade reúne também expositores de Vestuários e Acessórios, Joias e Bijuterias, Casa e Decoração, Bem-Estar, Arte Indígena e Infantil.

SERVIÇO
O Bazar da Cidade acontece nos dias 12 e 13 de Outubro (sábado e domingo), das 10 às 20 horas. Entrada gratuita.

Local: Museu da Casa Brasileira – Av. Brig. Faria Lima 2705, tel. (11) 3032-3727.

Acessibilidade no local.
Bicicletário com 40 vagas.
Estacionamento pago no local.

 

No Inverno ou no Verão, Campos do Jordão em qualquer estação – Parte II

20190709_122049

Dicas de onde se hospedar e comer em Campos do Jordão / SP

Continuando nossa matéria com dicas importantes, não poderia deixar de mencionar os espetaculares restaurantes que pude visitar e apreciar em Campos, cada um com sua particularidade. Bem como sobre o Hotel Toriba, onde ficamos hospedados na última noite.

Naquela manhã geladinha em Campos, após o café, fomos mais uma vez dar um passeio pelo centrinho e entre uma parada e outra, tomamos nosso “amado” cafezinho.

O sol já aquecia a manhã e o ventinho cortante roçava nossos rostos. O tempo voava, como nos bons momentos onde tudo parece perfeito, tanto é que quando nos demos conta já era hora de rumar para o almoço no restaurante Dona Chica, localizado afastado do burburinho.

20190709_121737

Fica no Parque Estadual de Campos do Jordão, o Horto Florestal.  Apesar de um tanto mais distante, vale muito o passeio, tanto para os casais como para á família e crianças, já que há local de descanso aquecido e brinquedos.

Não posso deixar de mencionar a agradável gastronomia que busca ingredientes regionais com deliciosos sabores de uma culinária natural e artesanal.

Fomos muito bem recebidos. O local é bem arborizado e aconchegante.

20190709_132129

 

Lá provamos bolinhos diversos e o “porquinho” ou Leitão Caipira, acompanhado de arroz, salada, batatas, feijão e farofa de pinhão, além de queijos “vivos” da Mantiqueira. Uma refeição maravilhosa que foi finalizada com um trio de doces caseiros. De “babar”!

O local também possui um empório, onde é possível comprar mel, queijos, cachaça e muitas outras gostosuras.

O almoço foi longo entre os amigos, coquetéis e a boa conversa.

Saímos animados e retornamos ao hotel onde fizemos uma breve caminhada e descansamos até a noite.

Após tomarmos nosso banho e nos dirigirmos mais uma vez ao centrinho de Campos, fizemos algumas “comprinhas” (Ninguém resiste a um chocolate!), nos dirigimos ao restaurante Vila Chã onde fomos recebidos pelo proprietário, Nelson.

20190709_202634

Lá provamos iguarias como a “Alheiras de Mirandela”, típico embutido português, e claro, fomos acompanhados do vinho Gran Cuvée Espino Chardonnay 2016 que combinou tanto com a entrada como com o prato principal escolhido, um Bacalhau à Vila Chã que vem acompanhado de brócolis, azeitonas pretas e batatas portuguesas, uma delícia!

A casa é muito bem localizada e próxima ao centrinho. É ampla, bem distribuída em seus espaços internos e possui uma infinidade de vinhos que atendem o melhor e mais exigente apreciador. Nem preciso comentar dos pratos, são muito bem feitos e saborosos.

Após a sobremesa nos dirigimos bem cansados pela atividade do dia para o nosso hotel onde repousamos.

20190710_123406

Dia seguinte mais um dia de “rotina” e “orgia” gastronômica, entre as andanças e caminhadas o objetivo agora era conhecer o novíssimo (e recém inaugurado) retaurante Moringa Mantiqueira.

Comandado pelo chef Vitor Rabelo, é um restaurante que busca uma gastronomia regional com composições inusitadas e harmônicas. Ainda é um endereço a ser explorado (E aproveitado) pelo visitante de Campos.

20190710_124310

Cheirando “novo” apresenta opções em entradas como o bolinho de jiló recheado com linguiça e empanado na farinha de torresmo (R$ 22,00 a porção), uma das iguarias que provamos.

Provamos o Bife de chorizo serenado com açúcar mascavo dos coqueiros, creme de mandioca, brócolis caipira e molho roti (R$ 44,00) e também o Jarret de leitão Del Veneto, angu mole de milho crioulo, banana grelhada e couve refogada (R$ 48,00), acompanhado do vinho brasileiro BAU 9.4 safra 2017 da uva Syrah.

Das sobremesas, dos deuses, provamos o Creme brulée de doce de leite Eisland recheado com fatia de queijo Alagoa – MG e flor de sal (R$ 28,00), bem como a Coalhada, favo de mel, frutas vermelhas e manjericão (R$ 26,00) de perder o fôlego!

Nem preciso dizer de que forma saímos de lá. Muito satisfeitos mas com peso extra a ser queimado em caminhadas.

20190710_163420

Desta vez ficamos hospedados no Hotel Toriba. Já nosso conhecido, possui instalações amplas e muito confortáveis, com várias salas, incluindo a sala de piano e o bar.

Com piscina e SPA, com uma paisagem fascinante, é um lugar lindo e convidativo para ir em casal ou com a família e crianças.

Lá estivemos por algumas vezes e sempre fomos muito bem recebidos e acomodados.

Caminhamos um pouco pois a tarde já caia e observamos mais uma vez a paisagem típica da região ao entardecer, sem deixar de dar uma volta no SPA Toriba, no Toribinha e absorver o ar puro da paisagem verde, regados a um céu azul de brilho límpido e acolhedor.

20190710_172717

Bem no finzinho da tarde, quase noite, sentamos para ouvir o som do piano acompanhados de um bom vinho, produzido pela Vinícola Villa Santa Maria com rótulo especial para o Hotel Toriba, o vinho corte Bordalês de Merlot (71%), Cabernet Franc (17%) e Cabernet Sauvignon 12%), safra 2014, um momento único que reuniu o som de músicas consagradas em harmonização sensorial indescritível.

Finalizamos a noite com jantar no Restaurante do hotel, o Pennacchi, com um Creme de palmito com queijo gratinado (R$ 45,00), Carpaccio com folhas (R$ 35,00), Stinco de Javali com polenta cremosa e queijo de cabra e Picanha ao molho de alho e arroz primavera.

20190710_172433

Dormimos como anjos em noite fria mas aquecidos pelos momentos vivenciados.

No dia seguinte acordamos bem cedo, tomamos banho e o nosso café especial e rumamos para São Paulo, afinal, a vida não para!

Até a próxima!

Nosso agradecimento a Cozinha da Montanha pelo acolhimento, em nome de nossa querida Valéria.

Assista os vídeos relativos a estes textos em nosso canal no YouTube:

– Hotel Toriba: https://www.youtube.com/watch?v=KcZzTnp_lEw&t=97s

Avenida Ernesto Diederichsen, 2962 – Campos do Jordão – SP (12) 3668-5000

– Retaurante Dona Chica: https://www.youtube.com/watch?v=s_R7Av4Muwc&t=3s

Avenida Pedro Paulo, S/N – Horto Florestal – Campos do Jordão – SP (12) 3663- 3953

– Restaurante Vila Chã: https://www.youtube.com/watch?v=cgxrsFTdCnQ&t=3s

Avenida Engenheiro Diogo de Cravalho, 99 – Capivari, Campos do Jordão – SP (12) 3663-4702

– Restaurante Moringa Mantiqueira: https://www.youtube.com/watch?v=AzwFFHjHU3c&t=5s

Avenida Emílio Ribas, 478 – Capivari, Campos do Jordão – SP (12) 99641-2787

Se inscreva em nosso canal Rotas e Notas: https://www.youtube.com/channel/UCL1PImUtzqUub4xF0iktSPQ?view_as=subscriber

Acompanhem nossas contas no Instagram:

Rotas e Notas: @rotasenotas

Vinho dos Anjos: @vinhodosanjos

Divino Guia: @divinoguia

 

No Inverno ou no Verão, Campos do Jordão em qualquer estação – Parte I

20190709_100712

Dicas de onde se hospedar e comer em Campos

Que Campos do Jordão é o destino de muita gente no inverno isso já é sabido, mas visitar Campos é sempre uma boa opção em qualquer estação.

Para quem por exemplo ama uma “agitação” e burburinho, claro, o inverno e o “glamour” pedem o frio que chega ás vezes a menos de 0°.

20190708_185131

Mas fora da estação e do agito, é possível também se divertir e ter excelentes opções em hospedagem, restaurantes e passeios e curtir Campos de forma mais tranquila, sem pressa.

Estive este ano em plena temporada em Campos e meu roteiro, que indico abaixo, foi tranquilo e gostoso de se fazer.

Durante o dia com a luminosidade e o solzinho que bate aquecendo, é muito bom sair pelas ruas e lojas curtindo cada lugarzinho, vendo a paisagem e aproveitando para desenferrujar as pernas.

Uma parada estratégica para um bom café ou chocolate, aproveitando para bater um papo com quem conhece desta arte, pôde ser feita no quiosque (Quase uma casa) montado pelo Café 3 Corações, no centro de Campos do Jordão. Detalhe, você não paga nem pelo café e nem pelo chocolate, foi só desfrutar!

20190708_110400

Mas vamos lá! Primeiramente chegamos e nos direcionamos ao Hotel Frontenac, próximo ao centro. Já era hora do almoço e a fome começava a aparecer. A opção era desfrutar do almoço no hotel e em seguida fazer um reconhecimento nas instalações e passear pelo centro para um passeio e claro, um café.

20190708_120722

Nos dirigimos ao restaurante Charpentier do hotel. Lá nossa opção foi de uma entrada de Suflê de queijo Emmenthal (R$ 42,20) e pratos individuais, Badejo com Telha Crocante e Risoto Pièmontaise (R$ 83,50), Pato à Normandie (R$ 91,60) acompanhados com um único vinho para a harmonização, um rosado espanhol “Ladrón de Guevara”, nosso desafio para a harmonização. Finalizamos com um creme de papaya com licor de cassis.

20190708_125225

20190708_131301

20190708_131334

20190708_135423

A satisfação de provar vários pratos e verificar que a combinação com o vinho em harmonia foi perfeita é algo fantástico. Propicia uma viagem sem fim de sabores e aromas, arrebatador!

O Hotel Frontenac é tradicional na região, possui uma vasta adega com rótulos do mundo todo, lareira, bar, sala de leitura e está longe do barulho do centro, que para algumas pessoas pode ser incomodativo, principalmente à noite.

Oferece no domingo um brunch específico a preço fixo, além é claro de um vasto café da manhã, cardápio para o almoço e jantar, tudo muito bem cuidado e atendimento diferenciado.

Após nosso passeio ao centro, visitando e caminhando pelas ruas aquecidas pelo sol, retornamos ao hotel para breve descanso e banho, nos preparando para o jantar noturno, que neste dia se deu no Restaurante Villa Gourmet.

20181201_182056

Mas antes uma parada no Iceland para “curtir” o frio de -16° C deste bar gelado.

Lá entre um som ambiente e “shots” de destilados, nos divertimos com o momento descontraído e inusitado, uma farra!

20190708_115321

Caminhamos bem próximo para o restaurante, Villa Gourmet, bem próximo na esquina da mesma rua.

Lá tivemos a grata surpresa de encontrarmos o Fernando, proprietário do restaurante e também fomos muito bem atendidos pelos seus funcionários.

20190708_200438

20190708_203155

20190708_203322

20190708_214138

Escolhemos mais uma vez um único vinho para harmonizar com a entrada e os pratos. Foi o vinho Espino Cabernet Sauvignon, vinho tinto do Chile, que harmonizamos com a entrada de camarões empanados no gergelim e molhos, bife ancho com ervas, batatas rústicas e saladinha de rúcula. Mais ossobuco com polenta cremosa e parmesão.

Mais uma vez fomos felizes na harmonização, uma de nossas especialidades e habilidades na composição de sabores.

Para a sobremesa um creme brûllée e café.

Retornamos caminhando e bem aquecidos pela comida (bem cansados) para o Hotel Frontenac, localizado bem próximo do restaurante. O marcador de temperatura sinalizava 2°C em noite gelada e fria, porém de um dia agradável, intenso e muito proveitoso.

20190709_083618

No dia seguinte rumamos para o excelente café da manhã do hotel e nos deliciamos com a quantidade, variedade e qualidade de todos os pratos.

Nosso agradecimento a Cozinha da Montanha pelo acolhimento, em nome de nossa querida Valéria.

Assista os vídeos relativos a estes textos em nosso canal no YouTube:

– Hotel Frontenac; https://www.youtube.com/watch?v=E4AUgejvc_M&t=56s

– Retaurante Villa Gourmet: https://www.youtube.com/watch?v=-_BNl9FyWao&t=60s

Se inscreva em nosso canal Rotas e Notas: https://www.youtube.com/channel/UCL1PImUtzqUub4xF0iktSPQ?view_as=subscriber

Acompanhem nossas contas no Instagram:

Rotas e Notas: @rotasenotas

Vinho dos Anjos: @vinhodosanjos

Divino Guia: @divinoguia

Saúde!

Bazar da Cidade acontece no Museu da Casa Brasileira

MUSEU DA CASA BRASILEIRA

Gastronomia no Museu – Conceito da Diversidade

Em sua 9ª edição, o Bazar da Cidade ocupa pela primeira vez o privilegiado terraço e jardim do Museu da Casa Brasileira. O evento que tem entrada gratuita, acontece na sexta-feira 17 e no sábado 18 de agosto, sempre das 10 às 21horas, reunindo mais de 100 expositores, 23 deles dedicados à Gastronomia.

Estão divididos em dois grupos: expositores com produtos para serem levados para casa; e expositores da Praça Gastronômica, com delícias para serem consumidas ali mesmo.

O Bazar da Cidade reúne expositores de Vestuários e Acessórios; Joias e Bijuterias; Casa e Decoração; Saúde e Bem Estar; Infantil. Promove também uma série de oficinas para crianças e adultos. Duas das oficinas para adultos são gastronômicas.
Desde sua primeira edição, em agosto de 2015, a curadora Bel Pereira se preocupa em levar para o Bazar da Cidade o expositor gastronômico. Há desde pratos da cozinha de Taiwan até pratos típicos da Venezuela, passando pela charcutaria artesanal italiana e pelas maravilhas de Minas Gerais. Delicioso!

AREPAS PICATTA SP tortilha grossa feita de milho

EXPOSITORES GASTRONOMIA

Azeite extravirgem OLIQ
Oliq é uma associação de olivicultores. Seus produtores são dois mineiros e uma paulista. A terra deles – e de seu azeite – não é nem Minas e nem São Paulo. É a Mantiqueira. Estabeleceram-se na Serra da Mantiqueira porque ali se sentiram em casa e visualizaram a oportunidade de criar um produto de excelência, que pudesse contribuir para o desenvolvimento sustentável da região. Criada em 2014, a Oliq cultiva oliveiras, extrai azeite para si e para outros produtores da região e produz. Tudo a partir de duas fazendas: a São José do Coimbra e a Santo Antônio do Bugre.
Cantinho de Minas
Queijos artesanais e outros deliciosos produtos fazem o sucesso da Cantinho de Minas, empresa de Soraya Vilhena. Sete queijos são da Fazenda Pé de Serra, propriedade da família Vilhena, em Carmópolis. Mas a Cantinho trabalha com uma variedade maior do produtos. No total, são vinte diferentes tipos de queijos. Há ainda doces de leite, goiabadas, geleias e cachaças – entre elas, a Cachaça Sant’Ângela, armazenada em carvalho e umburana.
Empório Dona Mita
O Empório Dona Mita produz de forma natural uma saborosa linha de antepastos e conservas. São usados azeite de oliva, óleo de girassol, alimentos frescos e não congelados. Destaques para o antepasto de alcachofra, bacalhau confit, relish picante de erva-doce, carpaccio vegetal de chuchu, chucrute artesanal.
Grão Vizir Masalas e Especiarias
Marcelo Nestari leva ao Bazar da Cidade as ervas e temperos da sua Grão Vizir, produtos exclusivos que encantam todos os sentidos. As masalas (termo indiano para mistura de ervas e especiarias) são pra lá de especiais. Entre elas, Curry de Madras, Garam Masala, Kashmir Masala, Panch Phoron Rajasthani, Tandoori Masala e Tchai Masala. Destaque também para a Calda de vinho e especiarias, para ser explorada em muitos pratos, carnes, queijos, bolos e frutas.
La Conserveria
A empresa nasce da paixão pela gastronomia da italiana Graziana Matera, que une a tradição de fazer conservas à inspiração pela busca de novos sabores. Na Itália, conservar vem da necessidade e de respeito às estações – é armazenar o melhor das frutas e legumes para todos os momentos do ano. A proposta da Le Conserveria é perpetuar esse tipo de conhecimento, através de uma fabricação artesanal de qualidade, sem quaisquer aditivos químicos. No Bazar da Cidade, Graziana Matera estará com suas geleias e chutneys. Entre os chutneys, o mediterrâneo e o de cebola roxa com vinagre balsâmico. Entre as geleias, entre outras a de alho com pimenta calabresa, a de pimenta com alecrim, geleia de amora com lavanda e laranja com manjericão.
Mestiço Chocolates
Trazendo o cacau certificado da Fazenda Bonança, em Itacaré, Bahia, a Mestiço produz artesanalmente o chocolate em pequenas bateladas, preservando as características varietais e imprimindo identidade em cada receita. A família Galvão Kamei inaugura fábrica em São Paulo, na Vila Olimpia, onde desenvolve o conceito Tree-to-Bar, observando todo o processo desde o plantio da árvore até a elaboração das barras. A Mestiço Chocolates faz parte da 3ª geração de cacauicultores de Itacaré, na Bahia. O grande propósito da marca é fazer da Fazenda Bonança uma referência ainda mais forte no cultivo sustentável e de qualidade. O cacau é separado por variedades, permitindo a elaboração de chocolates com características diferenciadas, respeitando a individualidade dos frutos e do terroir.
Pain Vert
A Pain Vert é uma micropadaria artesanal de verdade, que faz pães veganos, orgânicos e de fermentação natural. Pães elaborados apenas com farinhas, sal, água e sementes ou frutas secas. Todos eles são fermentados por mais de 24 horas em ambiente controlado, e modelados manualmente, um a um. Depois de crescerem em panos de linho (couches), os pães são levados ao forno à lenha – assam diretamente no piso do forno.
Pimentas & Pitadas
A linha de pimentas artesanais gourmet da Pimenta & Pitadas é bem diferenciada de tudo que existe, pois utiliza ingredientes e combinações exclusivas e exóticas, além de serem 100% naturais, sem conservantes. Preza antes de tudo o sabor e a qualidade. São onze pimentas para escolher, sendo duas delas geleias de pimenta.
Vitamina da Terra
A marca Vitamina da Terra seleciona, embala a vácuo e comercializa uma linha de produtos perfeita para uma alimentação saudável e rica em nutrientes. São cereais, frutas secas, oleaginosas, sementes e mixes. Trabalha também com queijos de búfala tipo frescal, burrata, molhos de tomate e pesto.

PRACINHA DE PORTUGAL pastéis de nata
EXPOSITORES PRAÇA GASTRONÔMICA
Aguzzo Cucina: Massas artesanais
Arepas Picatta SP: Comida típica da venezuela
Capucine Cuisine: Crepes

Cervejaria Los Compadres: Cervejaria artesanal
Cheers (drink truck): Taças de vinhos e drinks

Deliciss: Charcutaria artesanal especializada

Espada de Jorge (food truck): Cardápio variado, hambúrgueres e muito mais

Farfalla Gelato: Gelato italiano

Mapu  (food truck): Gastronomia taiwanesa

Mineirices de Colher: Doces mineiros artesanais

Pão di Queijo da Mineira: Pão de queijo

Petiscleta (food bike): Opções fáceis de comida (Variada)

Pracinha de Portugal: Gastronomia da “terrinha”

Quindins & Doçuras: Doces variados de origem portuguesa

Serviço:

Bazar da Cidade: dias 17 e 18 de Agosto (sexta e sábado), das 10 às 21 horas.

Museu da Casa Brasileira, Av. Brig. Faria Lima 2705, tel. (11) 3032-3727.
Entrada gratuita.
Acessibilidade no local.
Bicicletário com 40 vagas.
Estacionamento pago no local.