Vinhos da AgriPunica são apresentados no Vinho & Pasta – Ravin Pasquale

20180522_160944

Se você é daqueles que aprecia uma boa massa, queijos e embutidos, acompanhado de um bom vinho, o Vinho & Pasta – Ravin Pasquale é o lugar.

Localizado próximo a Rua Oscar Freire, mais precisamente na Rua Dr. Melo Alves, 498, o misto de loja de vinhos e restaurante funciona muito bem praticando preços do importador na prateleira e na mesa.

20180522_125945

Quanto ao produtor AgriPunica, este por intermédio de seu diretor comercial Massimo Poda, apresentou seus vinhos que foram harmonizados com os pratos devidamente selecionados para o almoço.

20180522_134215

Dos vinhos que provei, destaco o interessante vinho Samas IGT 2014 ( E também o 2017), corte das uvas Vermentino 80% e Chardonnay 20%. Um vinho da região da Sardenha, Itália que tem como suas características o aroma de frutas cítricas, sendo fresco, equilibrado e sedoso. A vinificação do vinho é em cubas de inox e posteriormente na mistura o vinho segue para cubas de concreto, onde ficam por 3 meses para estabilização. Não é filtrado e nem clarificado.

20180522_141841

Outro vinho que gostei muito foi o Barrua. Dele provei duas safras a 2009 e a 2014. Claro que preferi a mais evoluída, complexa e com os taninos e fruta “domados” surpreendeu pela evolução na taça e toda a gama de aromas e sabores que se desprenderam.

Corte das uvas Carignano 85%, Cabernet Sauvignon 10% e Merlot 5%, é um vinho que envelhece 18 meses em barricas de carvalho francês e mais 12 meses em garrafa. Não é brincadeira! É coisa de gente grande!

20180522_160646

Não posso deixar de citar o vinho Montessu IGT 2013, vinho meu “velho conhecido” e que aprecio sobremaneira. Tanto pela intensidade, como pela regularidade na sua produção e apresentação em taça. É um corte grande de várias uvas, Carignano 60%, Syrah 10%, Cabernet Franc 10%, Cabernet Sauvignon 10% e Merlot 10%, ufa!

Passagem por 15 meses em carvalho é um vinho para todas as horas (se o bolso permitir R$ 220,00).

20180522_160812

Quanto a comida, provei a tábua mista de frios e a burrata com piselli harmonizados com o vinho Samas 2014 e 2017. Um obviamente mais complexo que o outro e o 2017 é claro, aromático e exuberante.

20180522_135130

Ainda seguiram os pratos de penne pérola negra e orecchiette ao ragu de cordeiro, pratos harmonizados com todos os tintos citados acima. Uma delícia!

Vale conferir!

Para maiores informações:

Vinho & Pasta – Ravin Pasquale

Rua Dr. Melo Alves, n° 498 – Cerqueira Cesar

Horários:
Seg a Sex – 10h às 23h – almoço 12h às 15h e jantar 19h às 23h.
Sábado – 10h às 23h30 – almoço 12h às 16h e jantar 19h00 às 23h30.
Domingo – 12h às 16h.

www.ravin.com.br

 

Importadora Ravin desenvolve nova identidade visual e logomarca

Já se passaram 8 anos desde que a Ravin, importadora de vinhos iniciou as suas atividades.

Buscando modernização e adequação em uma linguagem acessível e única, a Ravin criou nova logomarca e Identidade Visual.

 Logomarca Ravin

A fonte, mais robusta, se destaca. E a taça estilizada com um sorriso torna-se um ícone visual. Pensando em atingir todos os públicos, criamos o slogan “vinho do seu jeito”, como forma de descrever que o vinho pode ser apreciado da maneira como o consumidor quer e gosta, sem se prender a etiquetas e normas pré-definidas.

Ravin identidade visual

A identidade visual é toda colorida, buscando desmitificar o mundo do vinho. A comunicação com as garrafas coloridas e diferentes umas das outras enfatizam a ideia do slogan “vinho do seu jeito”.

A seleção dos nossos produtos é o resultado do relacionamento conquistado nos mais de 20 anos de experiência do nosso fundador. Através de suas viagens, avaliações técnicas e comerciais com o objetivo de oferecer uma ótima relação qualidade/preço.

Com mais de 65 vinícolas de 11 diferentes países em seu portfólio, proporciona uma deliciosa experiência no mundo do vinho.

Entre os produtores estão os renomados Frescobaldi, maiorprodutor de vinhos da Toscana; Tenuta San Guido, casa do famoso Sassicaia; Egon Müller, grande produtor da região alemã de Mosel; Zuccardi, vinhos de identidade produzidos no melhor terroir argentino; ViñaValdivieso, vinícola do ícone chileno Caballo Loco, que desde 1879 produz vinhos de excelência; Viña Maipo, do grupo Concha y Toro, maior empresa vitivinícola chilena; Bodegas Roda, vinhos espanhóis produzidos de forma sustentável e reconhecidos mundialmente; Francis Ford Coppola Winery, projeto do famoso cineasta; Renato Ratti, a grande estrela do Barolo; Lindeman’s,um dos maiores produtores da Austrália; Château Haut-Bergeron, localizado na região francesa de Sauternes, vizinho do famoso Château d’Yquém; entre tantos outros.

Agora é continuar provando e degustando estas delícias! E de cara nova!

Saúde

Um “spice” esperado, um encontro marcado. A Syrah em evolução…

Por: Almir e Gilberto Anjos

20161009_112050

Na mesa, o vinho “Spice Route”, sul-africano, da uva “Syrah”, safra 2007. Um queijo gorgonzola saboroso ao som de “Emilie-Claire Barlow” pelo spotfy, clima descontraído e, ao mesmo tempo sagrado.

Vinho adquirido e guardado há mais de quatro anos, em tempos difíceis, aguardava em silêncio o momento propício para se apresentar a nós, nesse encontro único. Como de preparação despretensiosa para um ritual realizado em momentos especiais e de encontro. Encontro entre irmãos: de sangue e de gerações ancestrais em movimento do tempo.

Após aberto o vinho descansou por instantes atemporais, enquanto organizávamos a mesa, em simplicidade ímpar, mas repleta de expectativas, àquelas em que se esvazia a mente, aguardando o que o tesouro aberto, o vinho, vai nos trazer, surpreender e proporcionar.

Distribuído entre duas taças como de costume, enquanto conversávamos sobre coisas corriqueiras do cotidiano, coisas simples da vida, nossos hábitos, nossos anseios e crenças, o vinho vivo estava presente, aparecia entre nós, sem dizer palavra, só aromas, só desejos.

Pegamos as taças, brindamos e, moto-continuo, erguemos nossas mãos aproximando o nariz da borda rubi do vinho para a percepção dos aromas, nossa dimensão.

Habituados com o aroma frutado da uva neste contexto, percebemos na cor viva e exuberante, certa jovialidade distante.

A primeira surpresa: do rubi violáceo, encontramos uma cor tendendo ao vermelho atijolado, ainda no início, dizendo-nos, pela cor, que o vinho estava maduro e em seu auge de existência.

O glicerol presente e evidente escorrendo lentamente após a agitação das taças, dos seus quinze graus de teor alcoólico, também indicava essa maturidade e sua complexidade.

Então veio o aroma, escondido, quase recluso. Aos poucos mostrava-se como “estrebaria”, couro, algo animal talvez…

Um pouco fechado ainda, pedia mais tempo… como num percurso onírico em seu vai e vem…

Entramos mais a fundo. O cheiro discreto do couro velho do sofá da sala, quebradiço pelo tempo, a penumbra da noite clareada pela chama de poucas velas, misturado com o cheiro das compotas de frutas vermelhas, cozidas e esquecidas no tempo, durante anos, cozidas em fogo muito, muito baixo, sem ser sufocante, muito pelo contrário, ainda trazia o ambiente fresco e agradável da primavera, renovada.

Unia-se presente e passado em conjunto, no silêncio vívido do fogo, da chama que não se apaga.

E, ali, permanecemos em nossos pensamentos, degustando o vinho durante um bom tempo.  Indefinido e infinito , parcela do tempo entre os dois mundos, vívidos em nós, vividos por nós, em momento único se consagração.

 

 

Pasquale: Carta de vinhos e menu se destacam com bons preços e qualidade

logo-pasquale

O Pasquale fechou parceria com a Ravin nos vinhos e nos preços.

De qualidade inegável em seus pratos e desenvolvimento gastronômico, a Pasquale se destaca na elaboração minuciosa de cada item, compondo um menu agradável e muito interessante.

Alia bons vinhos na carta e nas harmonizações com preços justos, principalmente pela parceria formada com a Importadora Ravin, praticando preços diferenciados ao consumidor.

Provei as iguarias, degustei boa parte dos vinhos, e sem dúvida a sinergia é excelente!

Este slideshow necessita de JavaScript.

No menu, antespastos fabricados no próprio restaurante, como as linguiças calabresas, o carpaccio de polvo e a burrata, tudo muito bem feito e com muito sabor.

Nos pratos quentes, o Spaghetti ala Carbonara, o Penne Della Regaza, e a Orecchiete com Ragu de Cordeiro, tudo especialíssimo! E claro, harmonizados com vinhos deliciosos como o Solera Reserva, o A Mano Bianco, O Barbera D’alba Battaglione, entre outros, um deleite! E todos da Ravin!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nos preços a “grande sacada”, preços para acompanhar o prato na casa, e preços para se “levar pra casa”, menores que na importadora, pode? Sim, no Pasquale pode!

Só como base, o Solera na importadora sai por R$ 85,00. Para acompanhar o prato R$ 78,00 e para “levar pra casa” R$ 74,00 é ou não é um bom negócio ao cliente? Não há dúvidas!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para quem quiser experimentar as iguarias, segue o endereço e informações:

Pasquale

Rua Girassol, 66 – Vila Madalena – São Paulo – SP

Tel.: (11) 3081-0333

www.pasqualecantina.com.br