Vinho Tricky (rabbit) 2015 da Wine Lovers e pizza de Parma e quatro queijos da Prestíssimo

20180505_191428

A Wine Lovers, importadorta de vinhos traz o vinho Tricky 2015 em um blend equilibrado de 60% Cabernet Franc 40% Carmenérè que da ao vinho potência e suavidade ao mesmo tempo.

O rótulo já diz tudo. Descontraído, casual e moderno.

20180505_180853

Vinho do Chile, Santiago, Valle del Maule, apresenta uvas que foram maceradas a frio durante 5 dias e depois fermentadas em tanques de aço inoxidável entre 24 ° _ 28 ° C.

Em seguida, os vinhos estagiaram durante 8 meses em barricas de carvalho novos e usados.

Os solos do vinhedo são profundos e argilosos, com baixa fertilidade.

No nariz apresenta aromas de folhas secas e pimenta branca com toques de framboesa e chocolate.

Na boca seu sabor marcante lembra amora e frutas negras, com bom corpo, redondo e taninos suaves e finos. O final de boca é complexo encantador.

20180506_083914

Na minha harmonização descontraída optei por uma pizza de presunto Parma e quatro queijos, da Pizzaria Prestíssimo, que ressaltou os sabores do prato e do vinho em perfeita combinação! Ficou uma delícia!

Mas o vinho pode também ser harmonizado com queijos maduros e envelhecidos, carne de porco e cordeiro.

Sobre a Vinícola
InVina é propriedade da família Huber, com mais de 15 anos de experiência na viticultura chilena.

Estabeleceu-se no Chile em 1999 como parceiros fundadores minoritários da VIA Wines.

Em 2007 fundaram a InVina, uma empresa 100% familiar, que se concentrou em investir e desenvolver vinhedos no Vale do Maule.

Maiores informações:

Importadora Wine Lovers:

Rua Edison, 640 – 121A1 – Campo Belo – São Paulo – SP

contato@winelovers.com.br / Luciana

(11) 99373-1007

(11) 5531-0081/2597-3009

Pizzaria Prestíssimo:

Al. Joaquim Eugênio de Lima, 1.135 – JARDINS

(11) 3885-4356

Horário de Funcionamento:
das 18h00 á 00h00 de domingo á quinta-feira, quinta-feira, sexta e sábado, das 18h00 á 0h30

www.prestissimo.com.br

 

 

 

 

Concurso internacional de vinhos harmoniza vinhos, picanha e pizza

IWMC – International Wine Matching Competition

Foram 20 medalhas distribuídas em duas etapas com a presença de profissionais da área, jornalistas, proprietários de lojas, e formadores de opinião.

Organizado pelo Jornal Vinho & Cia, o concurso avaliou um total de 60 amostras e distribui medalhas em três categorias:

– Ouro: Duas medalhas

– Prata: Seis medalhas

– Bronze: Doze medalhas

Os interessados em participar da avaliação enviaram as amostras que foram degustadas ás cegas pelos profissionais.

Bem focadas, as degustações aconteceram em datas diferentes, sendo a primeira no Fogo de Chão da Rua Augusta e a segunda na Pizzaria Prestíssimo localizada no Jardim Paulista.

Picanha 1

Picanha 2

No tema “Picanha” a “briga” foi boa. Em painéis distintos e buscando manter um padrão na carne no que se refere ao preparo, sal e gordura, avaliamos o gosto da carne em associação aos vinhos apresentados. Brancos e espumantes também fizeram parte da avaliação.

O resultado nos surpreendeu de forma única. Tivemos dois vinhos que garantiram o outro na harmonização com picanha, foram eles:

Os vencedores

Os vencedores

– Basaltino Pinot Noir 2011, vinho produzido no Brasil pela Pericó, demonstrou na delicadeza da carne em boca, uma grata harmonização no conjunto. Fiquei especialmente satisfeito, pois foi, assim como o segundo lugar eleito, os vinhos para os quais dei as notas mais altas. Uma satisfação pessoal imensa.

O segundo vinho foi o Maestrale Cabernet Sauvignon 2007, vinho já evoluído, produzido também no Brasil pela Sanjo e distribuído pela Galeria dos Vinhos. Um tiro certo na Cabernet Sauvignon com estrutura, mas sem intensidade de madeira para compor de forma especial o quadro de medalhas no topo das vinícolas nacionais.

Muitas foram as amostras enviadas, porém me pareceu por vezes não haver sinergia nas escolhas. Muitos vinhos elegantes, outros ícones, mas o esquecimento do foco que era a harmonização com a picanha fez pensar que devemos sugerir aos nossos consumidores, não só o que produzimos, mas a real adequação vinho X alimento.

Só assim esta sinergia de aromas e sabores, poderá proporcionar o crescimento do mercado gerando a satisfação no degustar.

Na pizza foi o mesmo, alias o foco me pareceu mais esquecido no envio das amostras.

mussa

Mas vamos ao resultado desta difícil harmonização, pois a pizza era só de mozarela.

Foquei na necessidade de manter um padrão na degustação, aliando quantidade de azeite e eliminando um pouco das cascas da beirada da pizza.

No resultado, nenhuma medalha de outro, só prata, demonstrando que o que pode parecer fácil, ás vezes gera um a grande dor de cabeça.

Pizza 1

Foi uma surpresa a falta de mais vinhos como Chiantis, ou mesmo da uva merlot e também a falta de um rose, que teriam uma oportunidade assertiva maior, em minha opinião.

Confira o resultado em:

Revista Guia Vinho & Cia
IWMC International Wine Matching Competition
www.guiavinhoecia.com.br

Esperamos em breve podermos informar sobre mais degustações deste tipo buscando orientar o consumidor no momento da compra.

Um abraço! Saúde!