Vinhos sul-africanos para serem guardados na memória

IMG_2224

Linha de vinhos Remhoogte Estate na Grand Cru

Estive em degustação na Grand Cru, do produtor Remhoogte Estate. A filosofia do produtor está voltada para a experimentação, em se conhecer a propriedade, os tipos de solos, as vinhas e o “terroir”.

Para o produtor, o vinho deve ser vivido e não apenas degustado. A idéia é que cada garrafa seja uma experiência memorável, inesquecível e sempre lembrada.

Assim, com a apresentação destes vinhos pela importadora Grand Cru, percebemos na tarde de 20/02, o que este renomado enólogo, Sr. Michel Rolland, pode definir com seu estilo próprio, na consultoria em vinhos no mundo todo.

Provamos cinco vinhos, um branco e quatro tintos como segue:

– Remhoogte Chenin Blanc 2011

– Remhoogte Aigle Noir Blend 2010

– Remhoogte Estate

– Remhoogte Pinotage 2010

– Remhoogte Valentino Shiraz

IMG_2218

Mas o que se destacou no nosso paladar e olfato foi o Aingle Noir. Um belo vinho, complexo, estruturado e elegante.

A expressão do vinhedo é percebida em cada gole, em cada taça e como o ser humano pode, com sua dedicação e foco, determinar da produção ao consumo, um estilo, uma maneira particular de fazer vinhos.

“Abrir uma garrafa de vinho é como trazer o tempo e fixá-lo naquele instante único”.

Cor rubi granada profunda. Aromas de amora e mirtilo, toques de cereja preta e leves aromas florais. No palato é fresco e equilibrado, com boa estrutura e frutas maduras, especiarias e taninos macios. Final longo e exuberante.

Apresenta bom potencial de guarda, pelo teor alcoólico e estrutura tânica.

Na composição, 42% Merlot, 32% Shiraz, 16% Cabernet Sauvignon, 10% Pinotage e 14,4% de alcool.

A região é banhada por brisas frescas da tarde e o frio noturno do Atlântico que confere condições ideais de maturação. As folhas são retiradas com a poda verde, para que a luz solar possa auxiliar na maturação das uvas.

 

 

 

 

 

 

Degustação do Produtor Allegrini no Rubi Wine Bar, traz o melhor da Itália

Em degustação promovida pela Importadora Grand Cru no Rubi Wine Bar, pude mais uma vez manter contato com estes fantásticos vinhos, do conceituado produtor Allegrini.

Rubi Wine Bar

Provei seis vinhos, sendo dois brancos e quatro tintos.

O produtor Allegrini é em minha opinião, um dos produtores ícones da Itália. Com vinhos sempre pontuados pelos melhores e maiores conhecedores e críticos do mundo todo.

A composição da empresa hoje inclui algumas divisões. A Allegrini, Corte Giara, Poggio al Tesoro, San Polo e Villa de La Torre.

A Allegrini está situada no Vêneto e é considerada uma das vinícolas mais tradicionais da Itália, presente hoje em mais de 60 países. Na divisão Corte Giara, temos um novo projeto, inovador e que se iniciou em 1989. O apelo é de vinhos para o dia-a-dia, modernos e elegantes.

O projeto do Poggio al Tesoro, situa-se na Toscana, mais precisamente na região de Bolgheri, local onde se desenvolvem os supertoscanos.

San Polo, é o produtor dos Brunellos di Montalcino, está situado próximo a Siena, sendo uma vinícola eco sustentável.

Mas vamos aos vinhos, abaixo a lista na ordem que foram degustados:

– Corte Giara IGT Veronese Pinot Grigio 2011: 100% Pinot Grigio. Vinho produzido na altitude de 200 metros em relação ao nível do mar. De coloração amarelo-palha, um vinhos muito fresco, frutado e delicado, não apresentando nenhum traço de “agressividade” no palato. Um pequeno amargor final, sua característica em função da grande mineralidade da região.

Teor alcoólico de 12,2% e faixa de preço R$ 44,00. Ideal para harmonizar com peixes leves, como um linguado por exemplo.

– Poggio al Tesoro Solosole 2011: 13,75% de teor alcoólico. 100% da casta Vermentino. Um vinho de boa estrutura, branco, com toques florais nos aromas. Videiras situadas bem perto do mar, e próximas á mata mediterrânea. O solo é composto de argila e areia. Na boca, limão, grapefruit. Um vinho muito interessante e de boa complexidade. Na faixa de R$ 89,00. Mereceu 90 pontos de Robert Parker.

– Allegrini Valpolicella DOC 2011: Composto das três castas que compõem os Valpolicellas, neste caso, 60% Corvina Veronese, 35% Rondinella e 5% Molinara. Teor alcoólico de 13% da região do Venêto. Faixa de preço R$ 66,00. O sistema de condução das videiras é a pérgola. Toques de cereja e especiarias nos aromas. Harmoniza com uma boa massa e molho vermelho de tomates frescos, ou mesmo uma boa pizza.

– Allegrini La Grola IGT 2008: Sou apaixonado por este vinho, um dos grandes vinhos do Allegrini em minha opinião. 70% Corvina Veronese, 15% Rondinella, 10% Syrah e 5% Sangiovese. 13,5% de teor alcoólico. No olfato, ligeiro mentol, especiarias. Na boca, redondo, equilibrado e com um especial conjunto tanto de taninos, como de retro gosto e corpo. Passa de 15 a 16 meses em barricas de carvalho. Faixa de preço R$ 145,00.

– Poggio al Tesoro Mediterra Toscana IGT Corte 2008: 92 pontos WS e 92 pontos WE. Um vinho composto de 40% Syrah, 30% Merlot e 30% Cabernet Sauvignon. Passa oito meses em barricas de 2º uso, francesas. Um vinho com grande complexidade aromática, elegante e intenso. Faixa de preço R$ 98,00 e teor alcoólico de 14%.

– San Polo Brunello de Montalcino 2005: Sem dúvida um dos representantes mais acertados e especiais dos Brunellos. Complexo, elegante, com taninos macios, alta acidez. 100% Sangiovese e teor alcoólico de 13,5%. Região da Toscana. Faixa de preço R$ 250,00.

Para mim, Allegrini é, foi e continua sendo uma das grandes referências em vinhos na Itália. Produtor sério, envolvido na busca e aperfeiçoamento dos produtos e que leva em cada novo vinho ou safra, suas tradições e conhecimento.

Grand Tasting, o evento anual da Grand Cru, em Agosto!

Em 2012 o evento anual de vinhos da Grand Cru percorrerá Porto Alegre, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Salvador, Belém, Macaé, Natal e Londrina, respectivamente.

A importadora Grand Cru, que em 2012 comemora dez anos de atividades no Brasil, promoverá, de 6 a 13 de agosto, a 5ª edição de seu Grand Tasting, a feira anual de vinhos que reúne produtores, novidades e grandes achados do seu portifolio. Na edição deste ano, o evento acontecerá nas cidades de Porto Alegre, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Salvador, Belém, Macaé, Natal e Londrina, respectivamente. Em São Paulo, o evento acontece na Casa da Fazenda do Morumbi, dias 7 e 8 de agosto, sendo o primeiro dia para profissionais e imprensa, e o segundo para consumidor final. E como não poderia faltar, o evento será marcado pelas degustações paralelas, desta vez com uma vertical de Crus de Barolo Massolino e uma degustação às cegas de grandes rótulos Bordeaux Grand Cru Classé 2009.

Para este ano, estão confirmadas as presenças dos seguintes produtores:

Altair (Chile), Bodega Del Abad (Espanha), Distileria Bottega (Itália), Brancaia (Itália), Casal Branco (Portugal), Cobos (Argentina), Celler Besllum (Espanha), Dante Robino (Argentina), Domaine Weinbach (França), Domeco de Jarauta (Espanha), Don Olegário (Espanha), Doña Paula (Argentina), Escorihuela (Argentina), El Primer Racimo (Espanha), Garofoli (Itália), Heartland (Austrália), Henri Bourgeois (França), Koyle (Chile), Las Laxas (Espanha),  Leyda (Chile), Massolino (Itália), Matetic (Chile), NOttola (Itália), Perescuma (Portugal), Pulenta Estate (Argentina), San Pancrazio (Itália), San Pedro Regalado (Espanha), Santa Rita (Chile), Saracco (Itália), Tabali (Chile), Talenti (Itália), Terrapura (Chile), Tre Donne (Itália), Viticcio (Itália) e Zorzal (Argentina).

Além dos produtores, o evento ainda contará com 11 estações temáticas com vinhos escolhidos pelos sommeliers da importadora de acordo com cada categoria.

Espumantes e Champagne, Brancos Leves, Brancos Estruturados, A Maior Expressão da Tempranillo, Pinot Noir, Bordeaux 2009, Blends pelo Mundo, Os Vinhos do Sommelier, Grandes Achados, Vinhos Doces e Generosos e Grandes Destilados e Licores são os temas das mesas que vão compor o restante do cenário.

Serviço:

Grand Tasting Grand Cru 2012

PROFISSIONAIS E IMPRENSA

Data: 7 de agosto de 2012 (terça-feira)

Local: Casa da Fazenda do Morumbi – Avenida Morumbi, 5594

Horário: das 15h às 21h

RSVP: eventos@grandcru.com.br

 

PARA CONSUMIDOR FINAL

Data: 8 de agosto de 2012 (quarta-feira)

Local: Casa da Fazenda do Morumbi – Avenida Morumbi, 5594

Horário: das 19h às 22h

RSVP: eventos@grandcru.com.br

Investimento: R$ 260 por pessoa

 

Degustações paralelas:

Bordeaux 2009, safra do século: R$ 1200 por pessoa (com direito à acesso à feira)

Crus de Barolo Massolino: R$ 480 por pessoa (com direito à acesso à feira)