Casa especializada, Bacalhau, Vinho e Cia, serve bacalhau em grande estilo

20191116_144056

Casa está presente na Barra Funda em São Paulo a mais de 50 anos

Claro, a especialidade não poderia deixar de ser outra, o bacalhau, que está presente em 99% dos pratos servidos na casa.

São 16 receitas elaboradas na forma “lusitana de ser”, sem mimimi e sem frescura.

Todo o preparo segue o ritual de trazer o “Gadus Morhua” lá do Atlântico e vindo do Porto já salgado, até chegar á nossa mesa.

Estamos falando do famoso “Bacalhau da Barra Funda”, carinhosamente chamado assim, pelo bairro em que se encontra e pela qualidade.

Mas vamos lá. Tive a oportunidade de provar algumas das iguarias que fazem parte do cardápio, e ele estava lá de todas as formas, claro, estamos falando do bacalhau.

20191116_120242

Provei o bolinho de bacalhau cremoso (Recheado com queijo da casa), uma iguaria deliciosa. Também os bolinhos de bacalhau, muito bem feitos e saborosos, a alheira caseira bem feitinha, do jeito que gosto, uma saladinha de grão de bico com lascas de bacalhau e o prato principal, Bacalhau ao Murro que leva uma posta inteira do bacalhau e batatas assadas ao murro, alho em fatias, cebolas, pimentão, brócoles e azeitonas portuguesas. E tudo regado no azeite e gratinado no forno. Simplesmente sensacional! Sem palavras para descrever o sabor e os aromas de todos os pratos.

20191116_124447

A parte da sobremesa também surpreende pela variedade de opções que vão desde o pastel de Belém, aos tradicionais doces portugueses, natas bruleé, entre outras.

20191116_134816

E como não poderia deixar de ser, brindamos a ocasião de nossa visita com um vinho branco Monte Velho, Esporão, da importadora Qualimpor para acompanhar o almoço e um moscatel para a sobremesa.

A casa fica em uma rua estreita, ao lado da ponte no final da Avenida Pacaembu, sentido centro. Leva um estilo tradicional, sem frescuras ou firulas e é bem familiar.

20191116_142709

Ótimas porções também na carta de vinhos em ambiente tranquilo e comida maravilhosa.

Vale a visita.

Serviço:

Bacalhau, Vinho e Cia

Rua Barra Funda, 1067 – Barra Funda – São Paulo – SP

Telefone: (11) 3666-0381

www.bacalhauevinho.com.br

 

No Inverno ou no Verão, Campos do Jordão em qualquer estação – Parte II

20190709_122049

Dicas de onde se hospedar e comer em Campos do Jordão / SP

Continuando nossa matéria com dicas importantes, não poderia deixar de mencionar os espetaculares restaurantes que pude visitar e apreciar em Campos, cada um com sua particularidade. Bem como sobre o Hotel Toriba, onde ficamos hospedados na última noite.

Naquela manhã geladinha em Campos, após o café, fomos mais uma vez dar um passeio pelo centrinho e entre uma parada e outra, tomamos nosso “amado” cafezinho.

O sol já aquecia a manhã e o ventinho cortante roçava nossos rostos. O tempo voava, como nos bons momentos onde tudo parece perfeito, tanto é que quando nos demos conta já era hora de rumar para o almoço no restaurante Dona Chica, localizado afastado do burburinho.

20190709_121737

Fica no Parque Estadual de Campos do Jordão, o Horto Florestal.  Apesar de um tanto mais distante, vale muito o passeio, tanto para os casais como para á família e crianças, já que há local de descanso aquecido e brinquedos.

Não posso deixar de mencionar a agradável gastronomia que busca ingredientes regionais com deliciosos sabores de uma culinária natural e artesanal.

Fomos muito bem recebidos. O local é bem arborizado e aconchegante.

20190709_132129

 

Lá provamos bolinhos diversos e o “porquinho” ou Leitão Caipira, acompanhado de arroz, salada, batatas, feijão e farofa de pinhão, além de queijos “vivos” da Mantiqueira. Uma refeição maravilhosa que foi finalizada com um trio de doces caseiros. De “babar”!

O local também possui um empório, onde é possível comprar mel, queijos, cachaça e muitas outras gostosuras.

O almoço foi longo entre os amigos, coquetéis e a boa conversa.

Saímos animados e retornamos ao hotel onde fizemos uma breve caminhada e descansamos até a noite.

Após tomarmos nosso banho e nos dirigirmos mais uma vez ao centrinho de Campos, fizemos algumas “comprinhas” (Ninguém resiste a um chocolate!), nos dirigimos ao restaurante Vila Chã onde fomos recebidos pelo proprietário, Nelson.

20190709_202634

Lá provamos iguarias como a “Alheiras de Mirandela”, típico embutido português, e claro, fomos acompanhados do vinho Gran Cuvée Espino Chardonnay 2016 que combinou tanto com a entrada como com o prato principal escolhido, um Bacalhau à Vila Chã que vem acompanhado de brócolis, azeitonas pretas e batatas portuguesas, uma delícia!

A casa é muito bem localizada e próxima ao centrinho. É ampla, bem distribuída em seus espaços internos e possui uma infinidade de vinhos que atendem o melhor e mais exigente apreciador. Nem preciso comentar dos pratos, são muito bem feitos e saborosos.

Após a sobremesa nos dirigimos bem cansados pela atividade do dia para o nosso hotel onde repousamos.

20190710_123406

Dia seguinte mais um dia de “rotina” e “orgia” gastronômica, entre as andanças e caminhadas o objetivo agora era conhecer o novíssimo (e recém inaugurado) retaurante Moringa Mantiqueira.

Comandado pelo chef Vitor Rabelo, é um restaurante que busca uma gastronomia regional com composições inusitadas e harmônicas. Ainda é um endereço a ser explorado (E aproveitado) pelo visitante de Campos.

20190710_124310

Cheirando “novo” apresenta opções em entradas como o bolinho de jiló recheado com linguiça e empanado na farinha de torresmo (R$ 22,00 a porção), uma das iguarias que provamos.

Provamos o Bife de chorizo serenado com açúcar mascavo dos coqueiros, creme de mandioca, brócolis caipira e molho roti (R$ 44,00) e também o Jarret de leitão Del Veneto, angu mole de milho crioulo, banana grelhada e couve refogada (R$ 48,00), acompanhado do vinho brasileiro BAU 9.4 safra 2017 da uva Syrah.

Das sobremesas, dos deuses, provamos o Creme brulée de doce de leite Eisland recheado com fatia de queijo Alagoa – MG e flor de sal (R$ 28,00), bem como a Coalhada, favo de mel, frutas vermelhas e manjericão (R$ 26,00) de perder o fôlego!

Nem preciso dizer de que forma saímos de lá. Muito satisfeitos mas com peso extra a ser queimado em caminhadas.

20190710_163420

Desta vez ficamos hospedados no Hotel Toriba. Já nosso conhecido, possui instalações amplas e muito confortáveis, com várias salas, incluindo a sala de piano e o bar.

Com piscina e SPA, com uma paisagem fascinante, é um lugar lindo e convidativo para ir em casal ou com a família e crianças.

Lá estivemos por algumas vezes e sempre fomos muito bem recebidos e acomodados.

Caminhamos um pouco pois a tarde já caia e observamos mais uma vez a paisagem típica da região ao entardecer, sem deixar de dar uma volta no SPA Toriba, no Toribinha e absorver o ar puro da paisagem verde, regados a um céu azul de brilho límpido e acolhedor.

20190710_172717

Bem no finzinho da tarde, quase noite, sentamos para ouvir o som do piano acompanhados de um bom vinho, produzido pela Vinícola Villa Santa Maria com rótulo especial para o Hotel Toriba, o vinho corte Bordalês de Merlot (71%), Cabernet Franc (17%) e Cabernet Sauvignon 12%), safra 2014, um momento único que reuniu o som de músicas consagradas em harmonização sensorial indescritível.

Finalizamos a noite com jantar no Restaurante do hotel, o Pennacchi, com um Creme de palmito com queijo gratinado (R$ 45,00), Carpaccio com folhas (R$ 35,00), Stinco de Javali com polenta cremosa e queijo de cabra e Picanha ao molho de alho e arroz primavera.

20190710_172433

Dormimos como anjos em noite fria mas aquecidos pelos momentos vivenciados.

No dia seguinte acordamos bem cedo, tomamos banho e o nosso café especial e rumamos para São Paulo, afinal, a vida não para!

Até a próxima!

Nosso agradecimento a Cozinha da Montanha pelo acolhimento, em nome de nossa querida Valéria.

Assista os vídeos relativos a estes textos em nosso canal no YouTube:

– Hotel Toriba: https://www.youtube.com/watch?v=KcZzTnp_lEw&t=97s

Avenida Ernesto Diederichsen, 2962 – Campos do Jordão – SP (12) 3668-5000

– Retaurante Dona Chica: https://www.youtube.com/watch?v=s_R7Av4Muwc&t=3s

Avenida Pedro Paulo, S/N – Horto Florestal – Campos do Jordão – SP (12) 3663- 3953

– Restaurante Vila Chã: https://www.youtube.com/watch?v=cgxrsFTdCnQ&t=3s

Avenida Engenheiro Diogo de Cravalho, 99 – Capivari, Campos do Jordão – SP (12) 3663-4702

– Restaurante Moringa Mantiqueira: https://www.youtube.com/watch?v=AzwFFHjHU3c&t=5s

Avenida Emílio Ribas, 478 – Capivari, Campos do Jordão – SP (12) 99641-2787

Se inscreva em nosso canal Rotas e Notas: https://www.youtube.com/channel/UCL1PImUtzqUub4xF0iktSPQ?view_as=subscriber

Acompanhem nossas contas no Instagram:

Rotas e Notas: @rotasenotas

Vinho dos Anjos: @vinhodosanjos

Divino Guia: @divinoguia

 

Bacalhau a Brás: Onde comer e como preparar

Logo Bacalhau

Restaurante Bacalhau, Vinho & Cia ensina a fazer esse clássico da culinária portuguesa

A culinária portuguesa é mundialmente conhecida pelo critério na seleção de ingredientes e pela qualidade de seus pratos balanceados, com proteínas magras e gorduras saudáveis.

Todos estes itens fazem parte até da dieta rigorosa de atletas como Cristiano Ronaldo, grande fã do bacalhau a Brás.

Confira abaixo a receita desse prato clássico em Portugal que tanto amo e que também pode ser saboreado no Restaurante Bacalhau & Vinho, em São Paulo.

codfish with potato chips and olives on white plate

Bacalhau a Brás

Ingredientes:

– 400 g de bacalhau pré cozido e desfiado

– 3 colheres de sopa de azeite

– 500 g de batatas cortadas em palha

– 6 ovos cozidos

– 3 cebolas em rodelas finas

– 1 dente de alho picadinho

– salsa a gosto

– sal a gosto

– pimenta a gosto

– óleo para fritas

– azeite de oliva extra virgem

– azeitonas pretas

Modo de preparo:

Primeiro frite as batatas cortadas em palha até dourarem ligeiramente em óleo quente, cerca de 8 minutos, e coloque sobre um papel absorvente.

Em uma panela de fundo espesso, coloque o azeite, as rodelas finas de cebola, o alho e refogue lentamente até dourar. Em seguida adicione o bacalhau e misture de forma que o peixe fique bem impregnado pelo azeite (sempre!).

Em fogo baixo, adicione as batatas ao bacalhau e coloque os ovos ligeiramente batidos e temperados com sal e pimenta.

Mexa com um garfo e logo que os ovos estejam cremosos e cozidos desligue o fogo e coloque o bacalhau em uma travessa.

Polvilhar salsa fresca picada e servir com azeitonas pretas.

Na hora de servir, regue o prato com um bom azeite extra virgem e pronto! Só saborear!

E lógico, não esqueça de harmonizar com um bom vinho branco! Fica fantástico!

E se alguém fizer a receita, é só me convidar!

Receita: Chef Carlos Pallas

Rendimento: 4 porções

Sobre o Bacalhau, Vinho & Cia

Instalado em um charmoso edifício de fachada portuguesa e prestes a completar 45 anos de atividades, o Restaurante Bacalhau, Vinho & Cia faz parte do hall de estabelecimentos clássicos da cidade São Paulo. Em um amplo salão despretensioso e aconchegante com decoração rústica, evoca a atmosfera de tascas portuguesas, muito comuns na capital nos anos 70.

A casa é comandada pela Família Pallas há três gerações, tendo hoje Carlos Pallas na gestão, e no comando da cozinha o jovem chef Caique Pallas, que coordena a mesma equipe montada por seu avô, há mais de 40 anos. O segredo do sucesso e da qualidade é preservado a sete chaves pela família, que só trabalha com ingredientes de primeira linha e volta todas as atenções ao bacalhau.

Bacalhau, Vinho & Cia

Rua Barra Funda, 1067 Barra Funda, São Paulo – SP

Tel. (11) 3666-0381 e 3826 7634

http://www.bacalhauevinho.com.br

Horário: terça a sábado das 11h às 23h / domingos e segundas -feiras das 11h30 às 17h

Aceita todos os cartões de crédito e débito e vales refeição

Capacidade: 200 lugares

Delivery: Ifood e telefones da casa

Possui acessibilidade a portadores de necessidades especiais

Valet com manobrista

 

 

Páscoa e vinhos, uma deliciosa combinação

Agora que o mês de março chegou, temos uma data importante para comemorar, a Páscoa.

Do seu significado mais espiritual, ao momento especial de brindar entre familiares e amigos, o vinho não pode faltar, e nem o bacalhau.

Inovini 2

Para harmonizar com os diversos pratos, a Inovini traz sugestões dentro do seu portfólio de produtos.

Inovini 1

O vinho branco seco Sibaris Gran Reserva Chardonnay (Undurraga/Chile) é denso e com frescor intenso. Apresenta muita fruta amarela, cítrica e nuanças de baunilha. É delicioso com saladas e pratos de peixes como o bacalhau! Valor sugerido: R$ 106,00

Inovini 3

Outra opção que também combina muito bem no verão com pratos de saladas e peixes, caso do bacalhau, é o vinho branco seco Villa Wolf Pinot Gris (Dr. Loosen/Alemanha) que tem boa densidade, sabores frutados e muito frescor. Valor sugerido: R$ 93,00.

Inovini 5

Inovini 4

Para pratos como o ceviche, que particularmente adoro, sugiro o saboroso e delicado vinho, com nuanças de frutas cítricas, minerais, acidez vibrante e ótimo equilíbrio, o Estate Riesling (Doña Paula/Argentina), além de delicioso como aperitivo é excelente com pratos delicados, como o ceviche (peixes) e saladas! Valor sugerido: R$ 105,00.

Inovini 6

Outra excelente opção é Pinot Grigio (CorteGiara-Allegrini/Itália) versátil, pode ser bebido como um aperitivo.

Com sabor de frutas brancas frescas, acidez gostosa e salivante, também acompanha pratos leves como o ceviche, frutos do mar grelhados, sushis e sashimis. Valor sugerido: R$ 82,00.

Inovini 8

Inovini 7

Mas se você é daqueles que prefere, por exemplo, um belo cordeiro, a sugestão fica por conta dos vinhos Grande Réserve (Los Vascos/Chile) que é denso, intenso e com acidez equilibrada.

Apresenta deliciosos sabores frutados e um toque de alcaçuz, sendo ideal para acompanhar carnes vermelhas, como cordeiro. Valor sugerido: R$ 138,00.

Inovini 9

O Nebbiolo Perbacco (Vietti/Itália) é um tinto seco com bom corpo, sabores de frutas vermelhas, especiarias, minerais e acidez refrescante.

Excelente opção para pratos à base de carnes vermelhas e de caça (grelhadas, assadas ou cozidas)! Valor sugerido: R$ 175,00.

Inovini 11

Inovini 10

Para o chocolate não pode faltar um bom vinho do porto, o Ferreira Tawny (Ferreira Porto/Portugal), é um fortificado doce que apresenta bom equilíbrio entre os taninos maduros, o frescor e a doçura.

Acompanha muito bem chocolate 70% cacau e uma variedade de sobremesas com caramelo ou café; torta de maçã ou um tradicional crème brûlée. Valor sugerido: R$ 116,00.

Inovini 12

O Jerez potente, denso, doce, mas com equilíbrio e cheio de sabores de fruta negra seca o Solera 1847 Cream (González Byass/Espanha) é um excelente vinho de sobremesa para acompanhar doces à base de chocolate negro e frutas secas, como figos, tâmaras, uva passa, nozes, amêndoas e avelãs. Sugestão de valor: R$ 136,00.

Assim, sua Páscoa está completa e todos vão adorar! Saúde!

Maiores informações: www.inovini.com.br